“Into Thin Air”: Filme sobre o mistério do voo 370 da Malaysia Airlines

Into Thin Air Filme sobre o voo 370 da Malaysia Airlines 1

Um dos maiores mistérios da aeronáutica ocorreu no dia 8 de março de 2014, quando o voo 370 da Malaysia Airlines, que fazia a ligação entre Kuala Lumpur e Pequim, com 239 pessoas a bordo, simplesmente desapareceu dos radares e até hoje não se sabe o destino final do avião.

A história sobre a trágica ocorrência será agora explorada na longa-metragem “Into Thin Air”, um projeto que será dirigido por Christian Rivers e financiado por Avi Nakash, proprietário da Arkia Airline, a segunda maior companhia aérea de Israel.

Rivers, que se estreou como realizador com “Engenhos Mortíferos (2018)”, é conhecido pelo seu trabalho em efeitos visuais em filmes como “O Senhor dos Anéis”, “O Hobbit” e em “King Kong”, com o qual venceu um Óscar. O guião de “Into Thin Air” tem a assinatura do documentarista e jornalista de investigação Jonas McCord.

O filme vai apresentar uma narrativa em torno da tragédia, seguindo os esforços de um desonesto investigador com um passado trágico que se une a um jovem idealista jornalista. Juntos, descobrem uma conspiração de corrupção que se estende entre os homens do poder e um piloto solitário que desapareceu com um avião que levava 227 passageiros e 12 membros da tripulação.

“Não poderia estar mais animado para trazer esta história ao grande ecrã. Nesta era moderna da tecnologia e da informação instantânea, existem muito poucos mistérios deste tipo. Mas, no fundo, é a história humana de um homem, a tentar superar a sua própria perda e a encontrar respostas para aqueles que ainda sofrem”, declarou Rivers.

Após anos de intensas ações para encontrar o aparelho, o governo da Malásia encerrou oficialmente as buscas da aeronave e emitiu um relatório final em que considerou um improvável mau funcionamento mecânico, alegando também que os investigadores não conseguiram determinar o que causou o trágico episódio do MH370.

Artigos relacionados