Japonesa Toho Company com planos para criar o seu próprio universo de monstros

Universo de Monstro da japonesa Toho Company

A produtora e distribuidora japonesa Toho Company está com planos para desenvolver o seu próprio universo compartilhado de monstros, com Godzilla a encabeçar o desfile de todas as suas criaturas clássicas. Segundo Keiji Ota, executivo da empresa nipónica, o projeto arrancará logo que termine o acordo com a Warner Bros. Pictures e a Legendary, que termina em 2021.

“Depois de 2021, estamos a pensar numa potencial estratégia para estrear filmes de Godzilla a cada dois anos sem interrupções, apesar de também poderem chegar anualmente. Estamos consciente que o futuro da saga e o seu desenvolvimento passa por um “universo compartilhado”. Godzilla, Mothra, King Ghidorah, etc., poderão partilhar o mesmo mundo, muito ao estilo de um filme da Marvel, em que o Homem de Ferro e Hulk podem cruzar-se entre eles.”

No entanto, a chegada deste novo universo leva ao cancelamento de outros projetos, nomeadamente da sequela de “Shin Godzilla”, filme lançado em 2016 que arrecadou mais de 77 milhões de dólares nas bilheteira mundiais, dos quais, 50 milhões em território japonês.

“Shin Godzilla foi um grande êxito, mas em vez de se pensar na ideia óbvia de fazer Shin Godzilla 2, prefiro pensar num mundo que possa ser utilizado durante um largo tempo. Preferiria fazer um World of Godzilla”, explicou Ota numa entrevista.

Até lá, resta-nos aguardar pela estreia da sequela do filme de 2014, “Godzilla”, com o subtítulo “King of Monsters”, marcada para 21 de março de 2019, filme do realizador Michael Dougherty, que conta no elenco com Vera Farmiga, Millie Bobby Brown, Sally Hawkins, Kyle Chandler e Thomas Middleditch, entre outros.

Quer ficar a par de todas as novidades de cinema e televisão? Siga-nos nas redes sociais e não se esqueça de deixar um “like”!

Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e no Google Notícias. Pode ainda assistir aos trailers legendados no Youtube.

Artigos relacionados