Jim Mickle vai dirigir para a Netflix a adaptação live-action de “God Country”

God Country vai ser adaptado num filme para a Netflix

Jim Mickle, o showrunner da série “Sweet Tooth”, vai realizar para a Netflix a longa-metragem “God Country“, uma adaptação live-action da série de novelas gráficas escritas por Donny Cates e ilustradas por Geoff Shaw, composta por seis volumes publicados em 2017 pela Image Comics.

Cates, que também trabalhou na banda desenhada de “Venom” da Marvel, coescreverá com Mickle o argumento do filme. Mary Parent e Ali Mendes, da Legendary, bem como Lee e Jon Kramer da AfterShock Media, serão os produtores do novo projeto.

O filme irá contar a história de Emmet Quinlan, um velho viúvo abalado pela demência, que não é apenas um problema para os seus filhos, pois a polícia local também tem de lidar com as suas explosões violentas. Quando um tornado arrasa a sua casa – bem como a cidade ao redor do oeste do Texas – surge dos destroços um Quinlan rejuvenescido, graças a um espada encantada que encontrou durante a tempestade. Com a espada, é agora o único homem capaz de proteger a sua família, e a sua cidade, contra terríveis criaturas de outro mundo, que buscam o seu poder.

“God Country” marca uma nova parceria de Mickle com a Netflix depois de “Sweet Tooth”, série de drama e fantasia baseada na história da banda desenhada homónima de Jeff Lemire, que já foi renovada para uma segunda temporada. O cineasta dirigiu anteriormente para a gigante de streaming o filme “O Lado Oculto da Lua” (2019), protagonizado por Boyd Holbrook.

O filme é um dos poucos projetos produzidos pela Legendary para a Netflix, entre os quais “Enola Holmes” (2020), que estava previsto para estrear nos cinemas, mas acabou por ser lançado na plataforma de streaming devido à pandemia de Covid-19.

Artigos relacionados