Jodie Foster vai dirigir filme sobre o roubo do quadro da Mona Lisa

Jodie Foster vai dirigir filme sobre o roubo do quadro Mona Lisa

Em 1911, “Mona Lisa”, a mais notável e conhecida obra de Leonardo Da Vinci foi roubada do Museu do Louvre, uma história que agora será adaptada ao grande ecrã numa longa-metragem que terá atrás das câmaras a realizadora Jodie Foster.

Quatrocentos anos depois de ser pintada por Da Vinci, “A Gioconda”, como também é conhecida foi roubada a 21 de agosto de 1911, levando ao encerramento do museus durante algum tempo. Muitas pessoas, incluindo o poeta francês Guillaume Apollinaire e o pintor espanhol Pablo Picasso, foram presas e/ou interrogadas sob suspeita do roubo da obra-prima da pintura italiana, mas ambos acabaram por ser libertados meses mais tarde.

Acreditou-se que a pintura estava perdida para sempre, que nunca mais iria aparecer. Porém, a obra apareceu em Itália, nas mãos de Vincenzo Peruggia, um antigo empregado do museu, que era de fato o verdadeiro ladrão.

Segundo o Deadline, o filme, ainda sem título oficial, será adaptado do livro “The Day They Stole the Mona Lisa”, de Seymour Reit. O guião estará a cargo de Bill Wheeler, que irá misturar realidade com ficção.

Este projeto do estudio Los Angeles Media Fund marca o regresso de Foster à realização cinematográfica depois do filme de 2016, “Money Monster”. Como atriz foi vista nos nossos cinemas em 2018 no drama criminal “Artemis: Hotel de Bandidos”.

Artigos relacionados