Johnny Depp vai regressar à cadeira da realização com o drama biográfico “Modigliani”

Vinte e cinco anos depois de “O Bravo”, Johnny Depp (À Espera dos Bárbaros) vai regressar à cadeira da realização para dirigir uma nova longa-metragem. Segundo o The Hollywood Reporter, o ator foi definido para assumir a realização de “Modigliani“, um drama biográfico sobre o artista plástico e escultor italiano Amedeo Modigliani (1884-1920).

O novo projeto é baseado na peça homónima de Dennis McIntyre e será adaptado ao grande ecrã por Jerzy e Mary Kromolowski, que contará a história do pintor e escultor italiano durante os anos que viveu na cidade de Paris de 1916.

“Há muito considerado por si mesmo um fracasso crítico e comercial, Modigliani navega por 48 horas turbulentas e agitadas que se tornarão um ponto de viragem na sua vida, solidificando a sua reputação como uma lenda artística”, lê-se na sinopse oficial do filme.


Johnny Depp em “O Fotógrafo de Minamata”

Em comunicado, Deep também referiu-se ao seu novo trabalho:

“A saga da vida do Sr. Modigliani é algo que estou incrivelmente e verdadeiramente honrado por trazer para os ecrãs. Foi uma vida de grandes dificuldades, mas um triunfo final – uma história universalmente humana com a qual todos os espectadores podem identificar-se.”

“Modigliani” será produzido por Al Pacino e Barry Navidi, um filme que será o mais recente esforço de Deep para reiniciar a sua carreira após o longo processo judicial com a sua ex-esposa Amber Heard. Embora Hollywood se tenha afastado de Depp, o ator conseguiu encontrar trabalho com produtoras europeias.

Atualmente Deep está envolvido nas filmagens de “Jeanne du Barry”, um drama histórico da cineasta francesa Maïwenn, em que interpreta o controverso rei Luís XV. Se tudo correr conforme está anunciado, o ator será visto no próximo dia 15 de setembro nos cinemas nacionais como protagonista de “O Fotógrafo de Minamata“, de Andrew Levitas.

Artigos relacionados