“Kleber Mendonça Filho Integral”: Ciclo de cinema no Cinema Trindade

Cinema Trindade exibe filmes de Kleber Mendonça Filho

O ciclo “Kleber Mendonça Filho Integral” faz parte da programação de agosto do Cinema Trindade, no Porto, que vai exibir todas as longas-metragens de um dos mais aclamados realizadores brasileiros da atualidade.

A abrir este ciclo, na próxima quinta-feira, 6 de agosto, o icónico cinema portuense escolheu o mais recente filme do cineasta, “Bacurau (2019)”, codirigido com Juliano Dornelles, que nos leva até Bacurau, uma pequena vila situada no sertão brasileiro, onde os habitantes, depois da morte da matriarca D. Carmelita, aos 94 anos, descobrem que a localidade desapareceu dos mapas.

Segue-se uma sucessão de acontecimentos insólitos que os leva a deduzir que se encontram sob ataque. Falta identificar o inimigo e criar coletivamente uma estratégia de defesa. Um Brasil distópico, retratado num improvável cruzamento de géneros cinematográficos, fazem deste filme uma experiência cinematográfica imperdível.

Após esta sessão será exibido o documentario “Bacurau no Mapa (2020)”, em que a dupla de realizadores, com imagens exclusivas das gravações e pré-produção do filme “Bacurau”, mostram como fizeram do filme um sucesso junto do público e da crítica.

A 13 de agosto chega “Aquarius (2016)”, um drama protagonizado por Sônia Braga, no papel de Clara, uma mulher que mora de frente para o mar no Aquarius, último prédio de estilo antigo da Av. Boa Viagem, no Recife. Jornalista aposentada e escritora, viúva com três filhos adultos e dona de um aconchegante apartamento repleto de discos e livros, ela irá enfrentar as investidas de uma construtora que tem outros planos para aquele terreno: demolir o Aquarius e dar lugar a um novo empreendimento.

O Som ao Redor (2012)” é exibido a 20 de agosto, filme que foi o representante do Brasil na corrida ao Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, que nos mostra um olhar sobre a vida numa rua de classe média na zona sul do Recife, alterada após a contratação de uma milícia que oferece segurança privada. Porém, se a presença destes homens traz tranquilidade à vida de alguns, para outros é causa de tensão e mal-estar…

O documentário “Crítico (2008)”, a longa-metragem de estreia de Kleber Mendonça Filho, encerra o ciclo a 27 de agosto. O filme documental segue os questionamentos pessoais de quem está situado na indústria cultural tanto como cineasta, como também observador da arte e da indústria do audiovisual. Os registros começaram em 1998 e seguiram até 2007, ocorridos no Brasil, EUA e Europa, com cineastas e críticos do mundo inteiro. Trata-se de uma janela para uma arte cada vez mais julgada por mecanismos de mercado e que luta para permanecer humana tanto no fazer, como no observar.

Artigos relacionados