“Ladrão de Casaca”: Gal Gadot protagonizará um remake do clássico de Alfred Hitchcock

A Paramount Pictures tem em desenvolvimento um remake do thriller de romance e mistério “Ladrão de Casaca” (To Catch a Thief), um clássico de Alfred Hitchcock lançado nos cinemas em 1955, então protagonizado por Cary Grant e Grace Kelly, sendo o único filme do realizador que ainda é de propriedade do estúdio.

Segundo o Deadline, a nova versão está em desenvolvimento inicial e contará com o protagonismo de Gal Gadot (Mulher-Maravilha), que também produzirá o remake com o seu sócio Jaron Varsano, por meio da sua empresa Pilot Wave. Neal Moritz, produtor da franquia “Velocidade Furiosa” também está envolvido na produção.

“Ladrão de Casaca” foi a última participação de Grace Kelly com Hitchcock antes de se tornar princesa do Mónaco. No filme, Grant interpretou John Robie, conhecido por Gato, um americano radicado há muitos anos em França, que no passado foi um extraordinário ladrão de jóias. Mas quando alguém lhe usurpa o nome numa série de audaciosos roubos, num modus operandi idêntico ao seu, Robie volta à ação para apanhar o ladrão, usando Frances (Kelly) como isco.

Cary Grant e Grace Kelly no filme “Ladrão de Casaca” (1955)

O guião do novo filme está a ser escrito por Eileen Jones, mais conhecida pelo seu trabalho na série “Prodigal Son”. Os detalhes sobre a trama ainda não foram revelados, mas, provavelmente, será substancialmente atualizado para atrair uma nova geração de cinéfilos.

Gadot está anunciada para várias produções, incluindo o terceiro filme de “Mulher-Maravilha”, “Cleopatra”, em que interpretará a rainha do Egito, e no remake live-action da Disney de “Branca de Neve”, no qual dá vida à rainha má. Em fevereiro, será vista na nova adaptação do romance de Agatha Christie, “Morte no Nilo“, do realizador Kenneth Branagh, cuja estreia tem sido há muito adiada.

Quer ficar a par de todas as novidades de cinema e televisão? Siga-nos nas redes sociais e não se esqueça de deixar um “like”!

Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e no Google Notícias. Pode ainda assistir aos trailers legendados no Youtube.

Artigos relacionados