Léa Seydoux será a protagonista de uma nova versão de “Emmanuelle”

Léa Seydoux (007: Sem Tempo Para Morrer), vencedora da Palma de Ouro em Cannes pela sua interpretação no filme “A Vida de Adèle” (2013), será a protagonista de “Emmanuelle“, a terceira longa-metragem, mas a primeira em inglês, da realizadora francesa Audrey Diwan, cineasta responsável pelo drama “O Acontecimento” que estreou em janeiro nos cinemas nacionais.

O guião foi desenvolvido por Diwan e Rebecca Zlotowski, inspirado no romance autobiográfico erótico com o mesmo título de Emmanuelle Arsan, publicado originalmente em 1959, e que inspirou a produção de diversos filmes, entre os quais, e provavelmente o mais conhecido, “Emmanuelle”, protagonizado pela falecida atriz Sylvia Kristel, lançado nos cinemas em 1974.

O livro segue a jornada sexual de uma jovem, desde os braços do seu marido até aos encontros íntimos com as esposas dos seus sócios, passando por novas explorações nas quais as facetas filosóficas e estéticas do erotismo são expostas – e encenadas – ao máximo.

Quase ao mesmo tempo, Seydoux também foi anunciada para outro projeto, o thriller distópico de ficção científica “La Bête”, que será dirigido por Bertrand Bonello (A Criança Zombie), em que a atriz contracenará ao lado de George MacKay (1917). A história do filme irá decorrer entre Paris e a Califórnia, num futuro próximo, onde as emoções se tornaram uma ameaça.

Artigos relacionados