LEFFEST – Lisbon & Sintra Film Festival está de volta no ano em que celebra o 15º aniversário

LEFFEST Lisbon Sintra Film Festival 2021

No ano em que celebra o 15º aniversário, o LEFFEST – Lisbon & Sintra Film Festival regressa a Lisboa e Sntra de 10 a 21 de novembro, uma edição que, para além da sua habitual programação de qualidade, conta desta vez com um programa especial dedicado à cultura Rom nas suas diversas manifestações artísticas, da dança à literatura, passando pelo cinema, pela música e pelas artes plásticas.

Na capital, o festival vai percorrer espaços como o Cinema Medeia Nimas, Teatro Tivoli BBVA e o Teatro Nacional D. Maria II, e em Sintra no Centro Cultural Olga Cadaval e no MU.SA – Museu das Artes de Sintra. Pela primeira vez, também marcará presença no Norteshopping, no Porto.

No âmbito da celebração da cultura Rom, está programado um ciclo de cinema que inclui, entre outros, o filme “O Garoto de Charlot“, de Charles Chaplin, a nova versão digital 4K do 100º aniversário do filme, “Tom Medina“, com a presença do realizador Tony Gatlif, que será homenageado no festival, “O Tempo dos Ciganos”, de Emir Kusturica, que também marcará presença na sessão, tal como a portuguesa Leonor Teles, na exibição dos seus filmes, “Cães Que Ladram aos Pássaros” e a premiada curta-metragem “Balada de um Batráquio”, vencedora do Urso de Ouro para Melhor Curta-Metragem no Festival de Berlim 2016.

“O Garoto de Charlot” –

Além do cinema, estão previstos cinco concertos emblemáticos da variedade musical da cultura Rom, seis debates históricos e sobre a actualidade, e pela primeira vez em Portugal, uma exposição dos trabalhos da pintora e escritora rom austríaca Ceija Stojka.

A Selecção Oficial – Em Competição conta com 11 filmes de diversos géneros cinematográficos e que estiveram em destaque nos principais festivais de cinema internacionais: “A Chiara”, de Jonas Carpignano, “A Night of Knowing Nothing”, de Payal Kapadia, “Brother’s Keeper”, de Ferit Karahan, “La Caja”, de Lorenzo Vigas, “Onoda, 10 000 Nuits Dans la Jungle”, de Arthur Harari, “Ouistreham”, de Emmanuel Carrère, “Red Rocket”, de Sean Baker, “Os Inocentes“, de Eskil Vogt, e ainda os candidatos ao Óscar de Melhor Filme Internacional, “Leave no Traces”, de Jan P. Matuszyński (Polónia), “Unclenching the Fists“, de Kira Kovalenko (Rússia) e “White Building”, de Kavich Neang (Camboja).

Fora de Competição, serão exibidos 16 filmes, com destaque para o aguardado “Crónicas de França do Liberty, Kansas Evening Sun“, de Wes Anderson, filme de abertura do LEFFEST 2021, “Mães Paralelas“, de Pedro Almodóvar, “Benedetta“, de Paul Verhoeven, “The Card Counter – O Jogador“, de Paul Schrader, “Um Herói“, de Asghar Farhadi, representante iraniano aos Óscares, e “Abraça-me com Força“, de Mathieu Amalric, que estará presente nesta edição.

Filme de abertura: Crónicas de França do Liberty, Kansas Evening Sun

Na secção de Homenagens e Retrospectivas, o festival revisita as filmografias da realizadora e argumentista neozelandesa Jane Campion, em que será exibido em antestreia o filme “O Poder do Cão”, da Netflix, do realizador japonês Ryûsuke Hamaguchi, com exibições inéditas em Portugal dos filmes “Drive My Car” e “Roda da Fortuna e da Fantasia“, do realizador, argumentista e produtor romeno Cristi Puiu, da cineasta alemã Maria Speth, com destaque para a antestreia nacional de “O Professor Bachmann e a Sua Turma“, bem como do citado Tony Gatlif.

A mesma secção inclui ainda um programa dedicado ao aclamado realizador de documentários britânico Mike Dibb, dividido em seis sessões, um foco especial no Teatro com a presença do encenador e artista plástico italiano Romeo Castellucci, e um outro foco sobre Rodrigo Areias, realizador e produtor, que tem um percurso singular no cinema português.

O ciclo temático “A Morte de Deus”, com curadoria de Alexey Artamonov, Denis Ruzaev e Ines Branco López, apresenta um conjunto de filmes que, segundo a organização, “dar-nos-á ferramentas de reflexão sobre como podemos dar sentido a este paradoxo aparentemente irresolúvel e impossível – a ideia de Deus estar morto, embora a vida do mundo, e a vida espiritual em particular, continue apesar disso”.

O programa dedica ainda um espaço de homenagem à Cinemateca Francesa com a presença do director da instituição, Frédéric Bonnaud. Serão exibidos três filmes em restauros 4K: “Le Sang des Bêtes”, de Georges Franju, “A Regra do Jogo”, de Jean Renoir, e “F for Fake”, de Orson Welles.

Apesar da 15ª edição do LEFFEST terminar a 21 de novembro, a cerimónia de encerramento acontece no dia 20, às 21:00h, no Auditório Jorge Sampaio do Centro Cultural Olga Cadaval, onde vai decorrer a entrega dos prémios, seguido de um concerto de Emir Kusturica & The No Smoking Orchestra.

Para mais informações consulte o site oficial do LEFFEST – Lisbon & Sintra Film Festival.

Artigos relacionados

Contribua com a sua opinião!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *