Lisboa acolhe a partir de hoje mais uma edição da KINO – Mostra de Cinema de Expressão Alemã

KINO 2019 – Mostra de Cinema de Expressao Alema

A partir desta quinta-feira e até ao dia 30 de janeiro, o Goethe-Institut Portugal apresenta, no seu auditório e no Cinema São Jorge, em Lisboa, a 16ª edição da KINO – Mostra de Cinema de Expressão Alemã, em colaboração com as Embaixadas da Áustria, da Suíça e do Luxemburgo.

Nesta edição, a programação é assegurada por uma dupla luso-alemã: Carlos Nogueira, curador e crítico, e Corinna Lawrenz, responsável pela programação de cinema do Goethe-Institut, que durante sete dias dá a oportunidade de ver 21 longas-metragens inéditas na capital e acolhe tanto alguns dos filmes mais proeminentes bem como propostas alternativas que dão a conhecer o panorama vasto e diversificado das cinematografias recentes dos países de língua alemã.

A abertura da Mostra fica a cargo do drama “3 Tage in Quiberon”, filme realizado por Emily Atef, sobre a actriz Romy Schneider. Para encerramento do certame foi escolhido o filme “Angelo”, do austríaco Markus Schleinzer, ambos integrados na secção Visões.

Na secção Perspetivas será exibido o documentário “Sobre Tudo Sobre Nada”, de Dídio Pestana, cujo programa também inclui, entre outros, “Drif “, de Helena Wittmann, “Autocrítica de um Cão Burguês”, de Julian Radlmaier e “O Gene de Casanova”, de Luise Donschen.

Na Foco, secção habitualmente dedicada a um tema ou um autor, presta este ano homenagem à colaboração improvável entre dois artistas: o crítico e cineasta alemão Wolf-Eckart Bühler e o ator americano Sterling Hayden, com a projeção dos filmes “Farol do Caos (1983)” e “O Náufrago (1984)”.

Este ano, pela primeira vez, o Goethe-Institut Portugal atribui um Prémio do Público a um jovem realizador.

Para mais informações consulte o site oficial da KINO.

Artigos relacionados