Lista dos 15 documentários pré-selecionados para a corrida ao Óscar 2017

A Academia Americana de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou a lista dos 15 filmes pré-selecionados para a corrida ao Óscar na categoria de Melhor Filme Documentário, escolhidos entre os 145 filmes que foram submetidos.

No dia 24 de janeiro de 2017, a Academia irá anunciar os cinco candidatos finais à estatueta dourada. A entrega dos prémios da 89ª edição dos Óscares, realiza-se no dia 26 de fevereiro de 2017, com apresentação do humorista norte-americano Jimmy Kimmel.

Entre os eleitos encontra-se ‘OJ: Made in America’, um épico de quase 8 horas de duração, do realizador Ezra Edelman, financiado pela ESPN, sobre a vida e os tempos de O.J. Simpson. As relações raciais estão também no centro de ’13th’ de Ava Duvernay, sobre o encarceramento em massa nos EUA e em ‘I Am Not Your Negro’, de Raoul Peck, um olhar sobre a situação dos negros na América.

Numa demonstração da grande variedade de documentários, a lista apresenta o documentário ‘Fogo no Mar’, de Gianfranco Rosi, sobre a onda de imigrantes que chegam às zonas costeira de Itália, que também é o representante italiano na categoria de Melhor Filme em Língua Estrangeira, filme que já passou nos cinemas portugueses. ‘The Eagle Huntress’, dirigido por Otto Bell, sobre uma jovem garota na Mongólia, que treina para se tornar numa caçadora de águias, profissão e arte, considerada imprópria para mulheres, previsto para 13 de abril de 2017, em Portugal, e ‘Tower’, de Keith Maitland, que usa a animação para contar o tiroteio na Universidade do Texas, em Austin, ocorrido em 1966.

Alex Gibney, vencedor do Óscar em 2008 com o documentário ‘Taxi to the Dark Side’, está representado com ‘Zero Days’, que analisa a crescente ameaça da guerra cibernética. Robert Kenner apresenta os riscos com o envelhecimento do arsenal nuclear dos EUA em ‘Command and Control’ e Roger Ross Williams, narra a história de um jovem autista que aprendeu a falar com os filmes animados da Disney, em ‘Life, Animated’.

A lista eclética de filmes também inclui ‘Hooligan Sparrow’, de Nanfu Wang, sobre os ativistas dos direitos das mulheres na China, ‘The Ivory Game’, de Kief Davidson e Richard Ladkani, que apresenta uma exposição do tráfico ilícito de marfim de presas de elefantes, ‘Weiner’, de Josh Kriegman and Elyse Sternberg, que segue a tentativa de Anthony Weiner, em 2013, para se tornar prefeito de Nova Iorque, ‘The Witness’, de James D. Solomon, que revisita o caso de Kitty Genovese, assassinado em 1964, em New York City, ‘Gleason’, de Clay Tweel, que fala da luta de Steve Gleason, ex-jogador da NFL, contra a esclerose lateral amiotrófica e finalmente, ‘Cameraperson’, de Kirsten Johnson, sobre as memórias pessoais dos povos e dos lugares que encontrou.

Na última edição, o Óscar foi atribuído a ‘Amy’, de Asif Kapadia e James Gay-Rees, um documentário sobre a vida e carreira da cantora e compositora britânica, Amy Winehouse.

Confira os títulos:
– ‘Cameraperson’, de Kirsten Johnson
– ‘Command and Control’, de Robert Kenner
– ‘The Eagle Huntress’, de Otto Bell
– ‘Fogo no Mar’, de Gianfranco Rosi
– ‘Gleason’, de Clay Tweel
– ‘Hooligan Sparrow’, de Nanfu Wang
– ‘I Am Not Your Negro’, de Raoul Peck
– ‘The Ivory Game’, de Kief Davidson e Richard Ladkani
– ‘Life, Animated’, de Roger Ross Williams
– ‘OJ: Made in America’, de Ezra Edelman
– ’13th’, de Ava DuVernay
– ‘Tower’, de Keith Maitland
– ‘Weiner’, de Josh Kriegman e Elyse Sternberg
– ‘The Witness’, de James D. Solomon
– ‘Zero Days’, de Alex Gibney

Artigos relacionados