“Luz Vermelha”: Série inspirada no caso “Mães de Bragança” estreia hoje na RTP1

Série Luz Vermelha da RTP1

Com a promessa de cenas de sexo, nudez, violência e prostituição, estreia esta sexta-feira, 11 de outubro, às 22:30h, na RTP1, a série de ficção “Luz Vermelha”, com autoria e argumento de Patrícia Muller, e realização de André Santos e Marco Leão, que se estreiam na televisão.

O elenco principal conta com nomes de destaque da ficção nacional como Margarida Vila-Nova, Joaquim Monchique, Sara Norte, Afonso Pimentel, João Baptista, Sofia Nicholson, Dinarte Branco, Graciano Dias, Mariana Badan, João Lagarto, Teresa Madruga, Sofia Nicholson, Maria João Pinho, Bruna Quintas, Cecília Henriques, Renata Ferraz e Tati Pasquali, entre outros.

A nova aposta do canal público é baseado no mediático caso de 2003 que ficou conhecido na imprensa portuguesa como as “mães de Bragança”, quando um grupo de mulheres se insurgiu contra as imigrantes brasileiras que se dedicariam à prostituição na cidade.

A história segue Bruna (Badan), uma jovem brasileira que chega a Portugal à procura de um futuro que rapidamente se revela sinuoso, sendo forçada a prostituir-se. No seu encalço, dois jornalistas enredam-se numa investigação de uma rede de tráfico humano e um grupo de mulheres, traídas pelos seus maridos, escrevem uma carta anónima à imprensa portuguesa que tem repercussões internacionais.

Produzido pela Vende-se Filmes, a série de 13 episódios com cerca de 40 minutos de duração cada um, será exibida nas noites de sexta-feira, sempre às 22:30h, um horário mais tardio devido ao conteúdo mais adulto.

Artigos relacionados