“Mickey7”: Adaptação cinematográfica pode reunir Bong Joon-Ho e Robert Pattinson

Ao que tudo indica, o sul-coreano Bong Joon-Ho parece ter encontrado um novo projeto, mais de dois anos depois da sua vitória nos Óscares com o filme “Parasitas“. Segundo o Deadline, o cineasta está em negociações para escrever e dirigir um novo filme de ficção científica baseado no próximo romance do escritor Edward Ashton, intitulado “Mickey7“.

Este projeto da Warner Bros. Pictures, ainda sem título oficial, também já tem na mira um potencial candidato ao papel principal, Robert Pattinson (The Batman), que também já se encontra a negociar a sua participação no novo filme.

O livro, que está previsto ser publicado no próximo dia 15 de fevereiro, é descrito como um thriller de ficção científica de alto conceito com uma história que cruza “The Martian”, de Andy Wier, que foi adaptado ao grande ecrã no filme “Perdido em Marte“, com “Dark Matter”, obra de Blake Crouch, que em 2020 foi anunciada como base para uma série da Apple TV+, produzida pela Sony Pictures Television.

O protagonista do romance é Mickey7, um dispensável, um funcionário descartável que é enviado numa expedição humana para colonizar o mundo gelado de Niflheim. Sempre que há uma missão muito perigosa – até mesmo suicida – a equipa vira-se para Mickey, pois quando morre, um novo corpo é regenerado com a maioria das suas memórias intactas. Após seis mortes, Mickey7 entende os termos do seu acordo.

Numa missão de reconhecimento bastante rotineira Mickey7 desaparece e é dado como morto. Quando regressa à base da colónia, o seu destino está selado. Há um novo clone, Mickey8, preparado para as tarefas descartáveis. Mas só pode haver um e se for apanhado, provavelmente será lançado num reciclador de proteínas. Mickey7 deve manter o seu duplo em segredo do resto da colónia.

De acordo com a notícia, Bong Joon-Ho teve acesso ao livro e de imediato mostrou interesse na sua adaptação. No entanto, dadas as experiências anteriores do cineasta com adaptações, algumas fontes dizem que, apesar do filme ser inspirado no romance, o foco central da história pode se diferente da que descrevemos. Bong também produzirá o filme através da sua produtora Offscreen, junto com Dooho Choi para a Kate Street Picture Company e a Plan B.

Artigos relacionados