“Monstra”: Festival de Animação de Lisboa está de volta às salas de cinema

Festival Monstra regressa em setembro aos cinemas

No ano em que celebra o 20º aniversário, o Monstra – Festival de Animação de Lisboa está de volta às salas de cinema, no próximo dia 29 de setembro, uma edição que esteve agendada para março, mas que foi adiada devido à pandemia da Covid-19.

O Monstra ao Vivo vai decorrer entre os dias 29 de setembro a 10 de outubro, cumprindo todas as normas de segurança e distanciamento, para reaproximar o público ao grande ecrã e apresentar o melhor cinema de animação do Mundo, depois da apresentação de alguns filmes online no passado mês de maio.

Esta edição vai decorrer no Cinema City Alvalade, na Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, no Auditório Camões, no Auditório da Universidade Lusófona e na Cinemateca Júnior, onde vão ser exibidos os filmes da Competição de Longas Metragens, sessões comemorativas dos 20 Anos Monstra, sessões para Pais e Filhos e sessões da Monstra e o Mundo com referência aos países que já foram convidados no festival.

Na sessão de abertura, marcada para o Cinema São Jorge, os realizadores, Regina Pessoa e Alexandre Siqueira vão receber o prémio SPA/Vasco Granja , pelos filmes “Tio Tomás, a Contabilidade dos Dias” e “Purpleboy”, respetivamente, vencedores da competição na edição Monstra em Casa .

A mesma sessão apresentará em estreia mundial quatro filmes: “The Monkey”, de Lorenzo Degl’Innocenti e Xosé Zapata, “Setembro”, de Ricardo Mata, “Katalog of Flaws”, de Marv Newland, e “The One-Minute Memoir”, de Joan Gratz.

Entre os sete filmes selecionados para a competição de longas-metragens encontram-se “A Famosa Invasão da Sícilia pelos Ursos”, de Lorenzo Mattotti, e “As Andorinhas de Cabul”, de Zabou Breitman, ambos selecionados para Cannes, e ainda “Buñuel no Labirinto das Tartarugas”, de Salvador Simó. “Viagem do Príncipe”, de Jean-François Laguionie e Xavier Picard, “Surfa a tua Onda”, do japonês Masaaki Yuasa, “A Fantástica Viagem de Marona”, de Anca Damian, e “Louis e Luca: A Viagem à Lua”, de Rasmus Sivertsen, são os restantes títulos da competição.

Na sessão comemorativa dos 20 anos da Monstra vão ser exibidos alguns dos melhores filmes que passaram pelo festival desde a sua criação, como é o caso de “Canção do Mar”, de Tomm Moore, “Tia Hilda”, de Jacques-Remy Girerd e Benôit Chieux, “Abril e o Mundo Extraordinário” de Christian Desmares e Franck Ekinci, “A Ganha-Pão“, de Nora Twomey, “Ruben Brandt, Coleccionador“, realizado por Milorad Krstic, ou “A Minha Vida de Courgette“, de Claude Barras.

No programa Históricos, serão exibidas obras que marcaram os vinte anos do Monstra e a história do cinema de animação mundial, entre os quais, “O Rei e o Pássaro”, de Paul Grimault, “O Bom Soldado Schweik” de Jirí Trnka, “O Romance da Raposa” de Ladislas Starevich e Irene Starevich, ou “As Aventuras Secretas de Tom Thumb” de Dave Borthwick.

A programação completa pode ser consultada nos site oficial do Monstra – Festival de Animação de Lisboa.

Artigos relacionados

Contribua com a sua opinião!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *