Morten Tyldum vai dirigir ‘Exit West’ para a nova produtora dos irmãos Russo

Enquanto estiveram a dirigir as sequelas de Os Vingadores para a Marvel, os irmãos Anthony e Joe Russo foram metodicamente ajustando as peças para montarem a sua própria empresa de produção, que apesar de ainda não ter um nome definido, já tem acordo com a 20th Century Fox para distribuição mundial dos seus projetos.

E um dos primeiros trabalhos vai ser a adaptação de ‘Exit West’, um best-seller de Moshin Hamid, cujos direitos foram adquiridos pelos manos Russo e cuja realização foi entregue a Morten Tyldum, cineasta que dirigiu em 2014 ‘O Jogo da Imitação‘ e mais recentemente, em 2016, ‘Passageiros’.

A história está centrada no jovem Saeed e na sua esposa Nadia, que fogem de um pais desconhecido, depois que a mãe de Saeed é morta por uma bala perdida e a sua cidade se torna cada vez mais perigosa devido ao agravamento dos violentos confrontos entre o governo e a guerrilha. Acompanhados por outros refugiados que fogem da zona de guerra, chegam a um acampamento sobrelotado na Ilha Grega de Mykonos. Dali, conseguem uma mansão abandonada de Londres e mais tarde, acabam por ir para Marin County, na Califórnia. Em todos os locais, o seu relacionamento foi fortalecido e testado pela dura luta para encontrar comida, um abrigo adequado e a sobrevivência.

Hamid, o autor do livro, escreveu também “The Reluctant Fundamentalist (2007)”, que foi adaptado ao grande ecrã em 2012, chegando a Portugal com o título “O Fundamentalista Relutante”. Em 2013, publicou “How to Get Filthy Rich in Rising Asia”. As obras abordam temas similares ao de “Exit West”, na medida em que, a crise global dos refugiados é o tema central.

Em declarações à imprensa, os irmãos Russo elogiaram Tyldum, dizendo que é “um cineasta incrivelmente talentoso e estamos muito entusiasmados em colaborar com ele”. O realizador retribui: “Joe e Anthony são contadores de histórias fenomenais, com uma visão ousada e única para a sua empresa e o tipo de filmes que eles e a sua equipa querem produzir. Como cineasta, é como chegar a casa”.

Artigos relacionados