“Mosquito” lidera as nomeações aos Prémios Sophia 2021

Nomeados aos Premios Sophia 2021

No ano em que a Academia Portuguesa de Cinema comemora o 10.º aniversário, foram anunciados nesta terça-feira, 18 de maio, os nomeados para os Prémios Sophia 2021

Mosquito“, de João Nuno Pinto, inspirado numa história verídica do avô do realizador, passada em África, durante a Primeira Guerra Mundial, parte na linha da frente com 13 nomeações, incluindo Melhor Filme, onde concorre com “Ordem Moral“, de Mário Barroso, que recebeu 10 nomeações, “Listen“, de Ana Rocha De Sousa, e “O Ano da Morte de Ricardo Reis“, de João Botelho, ambos com 8. “O Fim do Mundo“, de Basil da Cunha arrecadou 7 nomeações.

Recorde-se que os Prémios Sophia foram instaurados pela Academia Portuguesa de Cinema em 2012 e têm como objetivo reconhecer o melhor da produção cinematográfica nacional. Nesta edição, Maria do Céu Guerra e Sinde Filipe serão homenageados com o Prémio Carreira. Será ainda atribuído, pela primeira vez, o Prémio Sophia de Melhor Filme Europeu, que será escolhido “por um colégio de críticos e jornalistas de cinema”.

A cerimónia de entrega dos Prémios Sophia está programada para 19 de setembro no Casino Estoril (Cascais), com transmissão televisiva assegurada pela RTP2.

Confira a lista completa dos nomeados.

MELHOR FILME
– “Listen”, de Ana Rocha De Sousa
– “Mosquito”, de João Nuno Pinto
– “O Ano da Morte de Ricardo Reis”, de João Botelho
– “Ordem Moral”, de Mário Barroso

MELHOR REALIZADOR
– Ana Rocha De Sousa (Listen)
– Basil da Cunha (O Fim do Mundo)
– João Botelho (O Ano da Morte de Ricardo Reis)
– João Nuno Pinto (Mosquito)

MELHOR ATRIZ PRINCIPAL
– Isabél Zuaa (Um Animal Amarelo)
– Lúcia Moniz (Listen)
– Maria de Medeiros (Ordem Moral)
– Victoria Guerra (O Ano da Morte de Ricardo Reis)

MELHOR ATOR PRINCIPAL
– António Durães (Surdina)
– João Nunes Monteiro (Mosquito)
– Michael Spencer (O Fim do Mundo)
– Ruben Garcia (Listen)

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA
– Ana Bustorff (Surdina)
– Catarina Wallenstein (Um Animal Amarelo)
– Maisie Sly (Listen)
– Teresa Sobral (Patrick)

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO
– Adriano Carvalho (Patrick)
– Albano Jerónimo (Ordem Moral)
– Alexandre da Costa Fonseca (O Fim do Mundo)
– Filipe Duarte (Mosquito)

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM LONGA-METRAGEM
– “Allis Ubo”, de Paulo Abreu
– “Amor Fati”, de Cláudia Varejão
– “Viveiro”, de Pedro Filipe Marques
– “Zé Pedro Rock ‘n’ Roll”, de Diogo Varela Silva

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL
– “Listen”
– “O Fim do Mundo”
– “Ordem Moral”
– “Mosquito”

MELHOR BANDA SONORA ORIGINAL
– “Patrick”
– “Mosquito”
– “Ordem Moral”
– “Surdina”

MELHOR SOM
– “Patrick”
– “Mosquito”
– “Listen”
– “Ordem Moral”

MELHOR DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA
– “Mosquito”
– “O Fim do Mundo”
– “O Ano da Morte de Ricardo Reis”
– “Ordem Moral”

MELHOR DIREÇÃO ARTÍSTICA
– “O Ano da Morte de Ricardo Reis”
– “Patrick”
– “Mosquito”
– “Ordem Moral”

MELHOR GUARDA-ROUPA
– “O Nosso Cônsul em Havana”
– “Mosquito”
– “O Fim do Mundo”
– “O Ano da Morte de Ricardo Reis”

MELHOR MAQUILHAGEM E CABELOS
– “Ordem Moral”
– “O Nosso Cônsul em Havana”
– “Mosquito”
– “O Ano da Morte de Ricardo Reis”

MELHOR MONTAGEM
– “O Fim do Mundo”
– “Amor Fati”
– “Mosquito”
– “Listen”

MELHOR CARACTERIZAÇÃO/EFEITOS ESPECIAIS
– “Ordem Moral”
– “Inner Ghosts”
– “Mosquito”
– “O Ano da Morte de Ricardo Reis”

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA-METRAGEM
– “A Vida Dura Muito Pouco”
– “Meine Liebe”
– “Mulher Como Árvore”
– “O Que Não Se Vê”

MELHOR CURTA-METRAGEM ANIMAÇÃO
– “Elo”
– “Estou?”
– “Mesa”
– “Suspensão”

MELHOR CURTA-METRAGEM DE FICÇÃO
– “Adeus Senhor António”
– “A Margem”
– “Moço”
– “Nha Mila”

MELHOR SÉRIE/TELEFILME
– “A Espia”
– “Crónica dos Bons Malandros”
– “Esperança”
– “Terra Nova”

PRÉMIO SOPHIA ESTUDANTE
– “Alvorada”
– “Mãos de Prata”
– “No Fim do Mundo”
– “Nós os Lentos”

Artigos relacionados