National Geographic estreia a nova série “À Beira da Tempestade”

National Geographic estreia a série À Beira da Tempestade

Todas as segundas-feiras, às 22:10h, a partir de 14 de dezembro, em episódio duplo, o canal National Geographic emite “À Beira da Tempestade“, uma nova série que oferece uma visão única sobre a formação das tempestades mais impressionantes do planeta, com imagens captadas nas zonas do mundo mais expostas a furacões.

As imagens das tempestades mais agressivas do planeta, são registadas através de centenas de câmaras que estão incorporadas em helicópteros, barcos de pesca, navios e plataformas petrolíferas, e que nos mostram a formação das maiores tempestades e furacões e o seu desenvolvimento em alto mar.

Assim, à medida que as tempestades se aproximam, a série acompanha todos os que as enfrentam no seu momento mais feroz e arriscam as suas rotas, equipamentos e as próprias vidas.

Para explicar o que está por trás da imprevisibilidade e do perigo que se desenrola na superfície do oceano, estas histórias em primeira mão combinam o conhecimento científico, a análise e o mapeamento por satélite com uma dupla perspetiva sobre os fenómenos que reúnem a verdadeira urgência humana e a ciência meteorológica global.

Nos primeiros episódios, um ciclone tropical assola o Médio-Atlântico. As Caraíbas e a costa Este dos Estados Unidos estão em alerta máximo. O ciclone torna-se no furacão Dorian, com a categoria 5 e é até considerada a tempestade do século. Esta região prepara-se para o impacto.

Não muito longe, os mares quentes do Atlântico e das Caraíbas ameaçam trazer um novo furacão de grandes dimensões e cumprem a sua promessa: um ciclone tropical forma-se perto das Bahamas, dirigindo-se para a Flórida e para o Golfo do México. No entanto, muda de direção à medida que aumenta, colocando a costa Este em alerta, dirigindo-se para as Bermudas.

Tudo isto é captado pelas mais de 1 000 câmaras que acompanham um dos furacões mais poderosos já vistos no Atlântico.

Artigos relacionados