‘Nosferatu, o Vampiro’: Clássico do cinema mudo vai ter uma nova versão

Nosferatu_remake

‘Nosferatu, o Vampiro’, o clássico do cinema mudo de 1922 e realizado por F. W. Murnau, vai ter uma nova versão em Hollywood, através da Studio 8 e cujo guião vai ser escrito por Robert Eggers.

A adaptação não autorizada da obra de Bram Stoker, intitulada ‘Dracula’, é considerada uma das primeiras representantes do género de terror no cinema e teve direito em 1979, a um remake com o título ‘Nosferatu, o Fantasma da Noite’. Com um clima fantasmagórico e imagens perturbadoras, ‘Nosferatu’ influenciou praticamente todos os filmes de vampiros que surgiram depois, sendo a adaptação mais importante do Conde Drácula, ainda que não tenha utilizado os nomes da obra original.

No filme de Murnau, Hutter é um agente imobiliário que viaja até os temidos montes Cárpatos para vender um castelo. Mas na visita às caves do castelo, o agente encontra um caixão, onde o estranho conde Graf Orlock dorme, descobrindo na verdade, que ele é um vampiro milenar. O agente volta para Bremen, na Alemanha, a sua terra natal, mas Orlok também segue viagem no porão de um navio e sua chegada provoca o pânico na cidade. Hutter encontra a chave da solução para os seus problemas, quando o conde se apaixona pela sua mulher, Ellen.

Veja ou reveja o trailer do filme de 1922:

Artigos relacionados