Nova tentativa. Ryan Gosling prepara-se para regressar à realização

Ryan Gosling vai fazer uma nova tentativa cono realizador

A primeira tentativa de Ryan Gosling como realizador não teve o sucesso que desejava, quando em 2014 escreveu e dirigiu “Lost River”, um drama de fantasia que fez a estreia mundial no Festival de Cannes.

Apesar do fracasso, a estrela canadiana de “La La Land: Melodia de Amor” não esmoreceu e vai fazer uma nova incursão atrás das câmaras, num projeto junto com o diretor de fotorafia francês Benoît Debie, que recentemente trablhou em títulos como “Climax”, de Gaspar Noé, “The Sisters Brothers”, de Jacques Audiard ou “The Beach Bum”, de Harmony Korine.

A revelação foi feita pelo próprio Debie à revista Cinema Teaser, mas os detalhes sobre o projeto ficaram guardados a sete chaves. No entanto, aquela fonte adianta que provavelmente o filme não será para a Netflix.

“Tenho um novo projeto com Ryan Gosling. O financiamento não está completo e Ryan disse-me que a Netflix ofereceu-se para o produzir, com a condição de que fosse filmado digitalmente. E, necessariamente, não lançá-lo nos cinemas. Disse-lhe que achava uma pena e ele concordou”, disse Debie.

Contudo, como a plataforma de streaming está a abrir as suas regras para lançamentos nos cinemas, ainda é provavel que possam fazer uma acordo com Gosling, que assim se juntaria aos Irmãos Coen, Alfonso Cuarón ou Paul Greengrass, que têm preferido a Netflix como seu estúdio.

Enquanto que não chegam mais novidades sobre o filme, Gosling vai promovendo o seu último trabalho, “O Primeiro Homem na Lua“, um drama biográfico de Damien Chazelle sobre o astronauta Neil Armstrong que chega aos nossos cinemas a 11 de outubro.

Artigos relacionados