“O Caos é a mais bela assinatura do Mundo”: Documentário estreia na RTP2

A partir das 22:40h desta quinta-feira, 9 de junho, a RTP2 estreia o documentário “O Caos é a mais bela assinatura do Mundo“, um filme do realizador Paulo Seabra sobre a vida e o legado de Paulo Cunha e Silva, crítico, curador de arte e vereador da Cultura da Câmara do Porto.

O filme, que é transmitido no dia em que Paulo Cunha e Silva celebraria o seu 60º aniversário, recorda o trajeto desde o seu nascimento, em Beja, até ao legado deixado no tecido cultural do país e, em particular, da cidade do Porto, através da sua energia, erudição, criatividade, profusão de ideias e entusiasmo contagiante que se espelha na linguagem do próprio documentário.

Vereador do Pelouro da cultura da cidade do Porto entre 2013 e 2015, foi o maior mentor do renascimento cultural da cidade do Porto com uma adesão à cultura transversal no tecido social. Foi também um dos principais programadores da Porto 2001 Capital Europeia da Cultura, nas áreas do Pensamento, Ciência, Literatura e Projetos Transversais, Conselheiro Cultural da Embaixada de Portugal em Roma Diretor do Instituto das Artes do Ministério da Cultura, Coordenador científico dos Estudos Contemporâneos da Fundação de Serralves, Mestre em Medicina Desportiva pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e ainda o criador das disciplinas de Introdução ao Pensamento Contemporâneo e Corpo e Desporto no Mundo Contemporâneo

O documentário apresenta testemunhos de pessoas que cruzaram a vida familiar, artística ou política de Cunha e Silva, incluindo a sua mãe, Elisa Cunha e Silva, Rui Reininho, vocalista da banda de rock GNR, Maria de Assis, subdiretora do Instituto das Artes, Rui Moreira, o atual presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, entre outros.

Artigos relacionados