“O Dragão Ataca”: David Leitch em negociações para dirigir remake do filme protagonizado por Bruce Lee

David Leitch no remake de O Dragão Ataca de Bruce Lee

Em desenvolvimento há pelo menos dez anos, a Warner Bros. Pictures vai finalmente avançar com o remake do clássico de artes marciais, “O Dragão Ataca” (Enter the Dragon), o último filme completo de Bruce Lee, que estreou em Hong Kong, seis dias antes da sua morte, em julho de 1973.

Segundo informação do Deadline, David Leitch está em negociações iniciais para dirigir a nova versão, realizador que comandou as filmagens de “Deadpool 2” e que está anunciado para “Hobbs and Shaw”, o spin-off de “Velocidade Furiosa”. O estúdio está também empenhada em encontrar um argumentista, mas não foram revelados detalhes sobre a nova história.

Na trama original, Lee é recrutado por uma agência para entrar num torneio de artes marciais na ilha privada do misterioso Han, suspeito de usar o evento para contrabandear drogas. Mas Lee tem a sua própria motivação, vingar a morte da sua irmã, que suicidou-se na ilha, em vez de sucumbir aos estupro por parte de um grupo de capangas de Han. Lee é acompanhado por Roper (John Saxon) e Williams (Jim Kelly), ex-parceiros do exército que participam em duelos até à morte.

Considerado a maior estrela do cinema de artes marciais, o actor faleceu aos 32 anos, em Hong Kong, e foram muitas as teorias que rodearam a morte, chegando a circular rumores de que teria sido envenenado pelas Tríades, mas a autópsia comprovou que Lee faleceu devido a um edema cerebral.

Veja ou reveja um trailer do filme original:

Artigos relacionados