“O Fim da Inocência”, de Joaquim Leitão foi o filme português mais visto em 2017

Segundo os dados divulgados pelo Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA), cerca de 40 filmes nacionais ou com coprodução portuguesa, estrearam em 2017 nas salas de cinema do país e metade foram apoiados por aquele organismo.

Com os números finais atualizados até ao dia 31 de dezembro, a longa-metragem portuguesa mais vista do ano foi “O Fim da Inocência“, um drama dirigido por Joaquim Leitão. Desde a estreia a 30 de novembro e até ao fim do último dia do ano de 2017, a produção da Cinemate atraiu a atenção de 76 827 espectadores.

Adaptado do best-seller homónimo de Joaquim Salgado, o filme passou a ocupar a 19ª posição dos filmes nacionais mais vistos desde 2004, que continua a ser liderada pelo remake de “O Pátio das Cantigas“, de Leonel Vieira, que levou aos cinemas mais de 608 mil espectadores.

No segundo lugar do ranking encontra-se “Jacinta”, filme de Jorge Paixão da Costa, seguindo-se “Perdidos”, de Sérgio Graciano, “São Jorge“, de Marco Martins e a fechar o top 5, “Fátima“, de João Canijo. Apesar de ter sido premiado em vários festivais internacionais, “A Fábrica de Nada” de Pedro Pinho, apenas foi visualizado por cerca de 7 500 pessoas, surgindo na 12ª posição.

Confira o top 10 dos filmes nacionais mais vistos em 2017.

1º – “O Fim da Inocência” – 76 827 espectadores
2º – “Jacinta” – 45 561 espectadores
3º – “Perdidos” – 43 600 espectadores
4º – “São Jorge” – 42 249 espectadores
5º – “Fátima” – 24 379 espectadores
6º – “Alguém Como Eu” – 24 172 espectadores
7º – “Peregrinação” – 20 087 espectadores
8º – “Malapata” – 18 080 espectadores
9º – “100 Metros” – 16 633 espectadores
10º – “Índice Médio de Felicidade” – 8 967 espectadores

Artigos relacionados