“Ou Nadas ou Afundas” e “Custódia Partilhada” lideram nomeações para a 44ª edição dos César

Nomeados aos César 2019

Foram anunciados esta quarta-feira (23) pela Academia Francesa de Cinema, os nomeados para a 44ª edição dos César, prémios conhecidos como os “Óscares” franceses.

Com dez nomeações, “Ou Nadas ou Afundas“, de Gilles Lellouche e “Custódia Partilhada“, de Xavier Legrand, partem na linha da frente para a conquista dos principais prémios do cinema francês, filmes que são seguidos muito de perto de perto por “Os Irmãos Sisters“, de Jacques Audiard e “Em Liberdade!“, de Pierre Salvadori, ambos com nove indicações.

Além das categorias, será também atribuído o Prémio do Público, um novo troféu criado na edição de 2018. Tal como anunciado anteriormente, Robert Redford será homenageado com um César Honorário.

Os vencedores serão conhecidos numa cerimónia realizar no dia 22 de fevereiro, no Salle Pleyel, em Paris, tendo como anfitrião Kad Merad.

Confira a lista completa dos nomeados:

MELHOR FILME
– “La Douleur”
– “Em Liberdade!”
– “Os Irmãos Sisters”
– “Ou Nadas ou Afundas”
– “Guy”
– “Custódia Partilhada”
– “Pupille”

MELHOR REALIZADOR
– Emmanuel Finkiel (La Douleur)
– Pierre Salvadori (Em Liberdade!)
– Jacques Audiard (Os Irmãos Sisters)
– Gilles Lellouche (Ou Nadas ou Afundas)
– Alex Lutz (Guy)
– Xavier Legrand (Custódia Partilhada)
– Jeanne Henry (Pupille)

MELHOR ATOR
– Edouard Baer (Mademoiselle de Joncquières)
– Romain Duris (Nos Batailles)
– Vincent Lacoste (Amanda)
– Gilles Lellouche (Pupille)
– Alex Lutz (Guy)
– Pio Marmaï (Em Liberdade!)
– Denis Menochet (Custódia Partilhada)

MELHOR ATRIZ
– Elodie Bouchez (Pupille)
– Cécile de France (Mademoiselle de Joncquières)
– Léa Drucker (Custódia Partilhada)
– Virginie Efira (Un Amour Impossible)
– Adèle Haenel (Em Liberdade!)
– Sandrine Kiberlain (Pupille)
– Mélanie Thierry (La Douleur)

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO
– Jean-Luc Anglade (Ou Nadas ou Afundas)
– Damien Bonnard (Em Liberdade!)
– Clovis Cornillac (Les Chatouilles)
. Philippe Katerine (Ou Nadas ou Afundas)
– Denis Podalydès (Plaire, Aimer et Courir Vite)

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA
– Isabelle Adjani (Le Monde est à Toi)
– Leïla Bekhti (Ou Nadas ou Afundas)
– Virginie Efira (Ou Nadas ou Afundas)
– Audrey Tautou (Em Liberdade!)
– Karin Viard (Les Chatouilles)

MELHOR ATOR REVELAÇÃO
– Anthony Bajon (Não Deixeis Cair Em Tentação)
– Thomas Gioria (Custódia Partilhada)
– William Lebghil (Première Année)
– Karim Leklou (Le Monde est à Toi)
– Dylan Robert (Shéhérazade)

MELHOR ATRIZ REVELAÇÃO
– Ophélie Bau (Mektoub, Meu Amor: Canto Primeiro)
– Galatea Bellugi (A Aparição)
– Jehnny Beth (Un Amour Impossible)
– Lily Rose Depp ( L’Homme Fidèle)
– Kenza Fortas (Shéhérazade)

MELHOR FILME ANIMAÇÃO
– “Astérix: O segredo da Poção Mágica”
– “Dilili à Paris”
– “Pachamama ”

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
– “Três Cartazes à Beira da Estrada”
– “Cafarnaum”
– “Guerra Fria – Cold War”
– “Girl”
– “Hannah”
– “Nos Batailles”
– “Shoplifters: Uma Família de Pequenos Ladrões”

MELHOR DOCUMENTÁRIO
– “America”
– “Da Chaque Instant”
– “Le Grand Bal”
– “Ni Juge, Ni Soumise”
– “Le Procès Contre Mandela et les Autres”

MELHOR PRIMEIRO FILME
– “L’Amour Flou”
– “Les Chatouilles”
– “Custódia Partilhada”
– “Sauvage”
– “Shéhérazade”

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL
– “Em Liberdade!”
– “Ou Nadas ou Afundas”
– “Guy”
– “Custódia Partilhada”
– “Pupille”

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO
– “Les Chatouilles”
– “La Douleur”
– “Os Irmãos Sisters”
– “Mademoiselle de Joncquières”
– “Un Amour Impossible”

MELHOR FOTOGRAFIA
– “La Douleur”
– “Os Irmãos Sisters”
– “Ou Nadas ou Afundas”
– “Custódia Partilhada”
– “Mademoiselle de Joncquières”

MELHOR MONTAGEM
– “Les Chatouilles”
– “Em Liberdade!”
– “Os Irmãos Sisters”
– “Ou Nadas ou Afundas”
– “Custódia Partilhada”

MELHOR SOM
– “La Douleur”
– “Os Irmãos Sisters”
– “Ou Nadas ou Afundas”
– “Guy”
– “Custódia Partilhada”

MELHOR BANDA SONORA ORIGINAL
– “Amanda”
– “Em Liberdade!”
– “Os Irmãos Sisters”
– “Guy”
– “Pupille”
– “Un Amour Impossible”

MELHOR GUARDA-ROUPA
– “La Douleur”
– “L’Empereur de Paris”
– “Os Irmãos Sisters”
– “Mademoiselle de Joncquières”
– “Un Peuple et son Roi”

MELHOR DESIGN PRODUÇÃO
– “La Douleur”
– “L’Empereur de Paris”
– “Os Irmãos Sisters”
– “Mademoiselle de Joncquières”
– “Un Peuple et son Roi”

MELHOR CURTA-METRAGEM
– “Braguino”
– “Les Indes Galantes”
– “Kapitalistis”
– “Laissez Moi Danser”
– “Les Petits Mains”

MELHOR CURTA-METRAGEM ANIMAÇÃO
– “Entre Mãos”
– “La Mort, Père et Fils”
– “Raymonde ou l’Évasion Verticale”
– “Vilaine Fille”

FICHA TÉCNICA

TRAILER

Artigos relacionados