“Paddington in Peru”: Dougal Wilson vai dirigir terceiro filme da franquia

Paddington in Peru” é o título oficial do terceiro filme centrado no ursinho “Paddington“, personagem central da popular franquia que mistura animação com imagem real, que terá desta vez atrás das câmaras Dougal Wilson, um realizador de videoclipes comerciais e musicais, que faz a sua estreia na realização de longas-metragens.

Wilson substitui no cargo Paul King, cineasta que dirigiu com enorme sucesso os dois filmes anteriores e que atualmente está focado no seu trabalho “Wonka”, uma história centrada nas origens de Willy Wonka, interpretado por Timothée Chalamet, filme com lançamento previsto para março de 2023.

King continua envolvido na produção de “Paddington 3”, e, tal como nos outros, colaborou na criação da nova história, junto com Simon Farnaby e Mark Burton, com este último envolvido na escrita do guião ao lado de Jon Foster e James Lamont, mais uma vez inspirado no ursinho Paddington, um personagem clássico criado pelo britânico Michael Bond.

Detalhes sobre o enredo estão a ser mantidos em sigilo, mas pelo título, tudo indica que será o regresso de Paddington às suas origens, já que é originário das florestas do Peru. Quanto ao elenco também nada se sabe, mas é esperar que Ben Whishaw volte a emprestar a sua voz a Paddington pela terceira vez, mas na versão original, já que a dobragem em português ficou ao encargo de Luís Franco-Bastos.

Os dois filmes da franquia da StudioCanal e Heyday Films arrecadaram nas bilheteiras mundiais mais de 500 milhões de dólares. O primeiro, lançado em 2014, arrecadou mais de US$ 282 milhões. A sequela, “Paddington 2“, estreado em 2017, rendeu menos, cerca de US$ 228 milhões.

Artigos relacionados