“Passos no Escuro”: Frankenstein e Drácula no regresso da iniciativa em fevereiro

Em fevereiro, a iniciativa “Passos no Escuro” está de volta ao Cinema Passos Manuel, mas desta vez em formato bimensal, com a exibição de duas sessões por mês. E para este regresso foram escolhidos dois filmes de terror: “Carne para Frankenstein” (1973), marcado para o dia 2 de fevereiro, e “Sangue Virgem para Drácula” (1974) no dia 16, ambos com início às 22:00h.

Os filmes serão exibidos em versões recém-restauradas em 4K, legendadas em português, feitas a partir dos originais produzidos por Andy Warhol e realizados por Paul Morrissey, e ambos protagonizados por Udo Kier (Bacurau), que no primeiro interpreta Frankenstein e no outro o conde Drácula, e Joe Dallesandro (O Falcão Inglês).

Em “Carne para Frankenstein” (Flesh for Frankenstein), o cientista louco Frankenstein, casado com a sua própria irmã, está empenhado em criar uma nova raça de humanos para devolver à Sérvia às suas grandes ligações com a Grécia antiga. No seu laboratório, tenta criar o homem perfeito e a mulher perfeita para que se reproduzam entre eles, mas equivocamente escolhe o cérebro de um homem que se virá a converter em monge. Por causa disso a criatura não demonstra interesse em acasalar com a fêmea. Mas a esposa do Barão tem uma fome sexual insaciável e logo fica de olho na criatura, o que levará a um resultado trágico para todos.

No dia 16 de fevereiro é exibido “Sangue Virgem para Drácula” (Blood for Dracula), que conta ainda com a participação de Vittorio de Sica, o realizador de “Ladrões de Bicicletas” e com uma breve aparição de Roman Polanski.

No filme, Drácula sabe que deve beber uma quantidade mínima de sangue de jovens virgens ou se não o fizer morrerá. Anton, o seu assistente, sugere-lhe que se mude para Itália onde, por ser um país extremamente católico, será mais fácil encontrar virgens. Em Itália irá encontrar uma família com quatro raparigas prontas para casar, mas que não são tão puras como pareciam. Mario Balato, um homem atractivo que trabalha na casa das raparigas, suspeita do Conde, estando sempre atento ao que ele faz.

Segundo José Santiago, coautor dos podcasts Spinoff e Filmes do Ano, membro da Rádio Universidade de Coimbra e colaborador do magazine Arte-Factos, a iniciativa Passos no Escuro” traz de volta ao grande ecrã o cinema de terror e de culto, em versões restauradas, e que a maioria dos filmes escolhidos “foram pensados para serem vividos com uma plateia”, proporcionando verdadeiras experiências coletivas.

Para mais informações, consulte a página oficial do Passos no Escuro no Facebook.

Artigos relacionados