“Patrick”: Filme de Gonçalo Waddington foi selecionado para a competição do Festival de San Sebastián

Patrick Filme de Gonçalo Waddington no Festival de San Sebastián

“Patrick”, uma coprodução entre Portugal (O Som e a Fúria) e Alemanha, realizada pelo português Gonçalo Waddington, foi escolhido para a Seleção Oficial do Festival de San Sebastián, onde além de fazer a estreia mundial, competirá pelo prémio máximo do evento espanhol, a Concha de Ouro para melhor filme.

A primeira longa-metragem do também ator de cinema, teatro e televisão, argumentista e encenador, foi descrita pela organização como “a obra prima de um reconhecido ator português”, através do comunicado que revelou os 17 filmes que foram selecionados para a competição.

O filme conta a história de Patrick, de 20 anos, que vive em Paris com o namorado mais velho, e gere um site de pornografia adolescente. Durante uma rusga numa festa, onde se filmava numa cena de sexo com uma rapariga menor, é levado para a prisão. As autoridades descobrem então a sua verdadeira identidade: Mário, um menino raptado em Portugal, há 12 anos atrás. É-lhe dada a opção de regressar para a família e colaborar na investigação e desmantelamento de uma rede de pedofilia.

Quando Mário volta a Portugal, reencontra a sua família e tenta adaptar-se a uma nova realidade. É recebido com desconfiança, pois ninguém compreende porque é que ele não regressou quando fugiu da casa onde esteve preso. A mãe tem dificuldade em reconhecer o filho e em comunicar com ele. A única pessoa com quem Mário consegue abrir-se é a sua prima de 22 anos, por quem sente uma forte atracção. Mas as suas duas identidades estão em conflito: a vida de festas, drogas e promiscuidade em Paris; e a sua nova vida rural, no seio de uma família destruída.

“Patrick” é protagonizado pelo ator franco-português Hugo Fernandes que interpreta Mário/Patrick. No elenco constam também os nomes de Alba Baptista, Teresa Sobral, Carla Maciel, João Pedro Bénard, Adriano Carvalho, entre outros.

Entre os filmes anunciados para a competição encontram-se títulos como “Zeroville”, de James Franco, que regressa ao festival basco depois de ter vencido a Concha de Ouro por “Um Desastre de Artiista”, “Mientres Dure la Guerra”, de Alejandro Amenábar, um dos três filmes pré-selecionados por Espanha na corrida aos Óscares, “Thalasso”, de Guillaume Nicloux, “Blackbird”, de Roger Michell, ou a produção brasileira “Pacificado”, de Paxton Winters.

Além de “Patrick”, o cinema português também estará representado na competição de cinema estudantil com o filme “Em Caso de Fogo”, curta-metragem de Tomás Paula Marques e na competição da secção Zabaltegi-Tabakalera com “L’Ile aux Oiseaux”, da dupla luso-suíça Maya Kosa e Sérgio da Costa.

O Festival Internacional de Cinema de San Sebastián vai decorrer naquela cidade basca entre 20 e 28 de setembro, uma edição em que vai homenagear o realizador grego Costa-Gavras (O Capital).

Artigos relacionados

Contribua com a sua opinião!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *