Paul Greengrass vai dirigir o thriller político “Night of Camp David”

Paul Greengrass vai dirigir o filme Night of Camp David

Nomeado ao Óscar por “Voo 93” (2006), o cineasta britânico Paul Greengrass (Notícias do Mundo) fechou um contrato com a Universal Pictures para dirigir o thriller político “Night of Camp David“, baseado no romance homónimo de Fletcher Knebel, publicado em 1965.

Segundo o The Hollywood Reporter, Jed Mercurio, o criador de séries como “Line of Duty” e “Bodyguard”, será o responsável por escrever a adaptação, que contará a história do presidente dos Estados Unidos à medida que se torna cada vez mais paranóico.

O enredo do livro segue Jim MacVeagh, senador do Iowa, que é convocado pelo presidente Mark Hollenbach para se apresentar em Camp David para se tornar no próximo vice-presidente. MacVeagh fica preocupado porque Hollenbach mostra sinais de intensa paranóia, expressando o seu desejo de desenvolver uma relação mais próxima entre os Estados Unidos e a União Soviética, enquanto tenta cortar os laços com aliados americanos na Europa.

Hollenbach também acredita que a imprensa americana está envolvida numa conspiração contra ele. MacVeagh é a única pessoa que percebe que a mente de Hollenbach está a desmoronar, já que os conselheiros presidenciais e os políticos que ele tenta alertar apenas o ignoram. A única pessoa que possui evidências do declínio mental de Hollenbach é sua amante, Rita.

“Night of Camp David” foi republicado em 2018 para capitalizar os eventos da presidência de Donald Trump, e o material é claramente oportuno, com uma capa que ficou famosa com a inscrição “O que aconteceria se o presidente dos EUA ficasse totalmente louco?”.

Greengrass também produzirá o filme com o seu colaborador de longa data Gregory Goodman, com quem trabalhou em “Capitão Phillips“, “22 de julho”, e no seu último filme, “Notícias do Mundo”.

Artigos relacionados