Phil Lord e Chris Miller serão os realizadores de “The Premonition: A Pandemic Story”

Phil Lord e Chris Miller vao dirigir o filmeThe Premonition

Phil Lord e Chris Miller, que estiveram pela última vez atrás das câmaras com a comédia de ação “Agentes Universitários” (2014), foram anunciados como realizadores de “The Premonition: A Pandemic Story“, uma adaptação cinematográfica do novo livro de Michael Lewis.

A Universal Pictures adquiriu os direitos da obra, publicada na semana passada, focada nos vários heróis norte-americanos que, nos primeiros dias da Covid-19, tentaram soar o alarme sobre os perigos de subestimar a gravidade mortal do vírus assassino.

O filme estará centrado numa série de médicos visionários que viram os perigos de uma expansão exponencial da Covid, com base nas informações que vinham da China e em cálculos matemáticos, mesmo quando o presidente Donald Trump garantiu aos americanos que não tinham nada com que se preocupar.

Em foco estarão três personagens principais que trabalham na Casa Branca: um bioquímico, um trabalhador da saúde pública e um funcionário do governo federal. À sua maneira, eles tentaram soar o alarme e contornar burocracias como o CDC (Centros de Controle e Prevenção de Doenças). Os seus esforços não evitaram centenas de milhares de mortes, mas contribuíram para uma contagem de mortos muito mais baixa.

A dupla de realizadores irá produzir este novo projeto por meio da sua produtora Lord Miller, e em associação com a Pascal Pictures de Amy Pascal. O próximo passo é encontrar o argumentista certo para escrever a adaptação.

No entanto, o regresso à cadeira da realização de Lord e Miller não será com este projeto, pois a intenção é começarem a rodagem logo depois de concluídos os trabalhos no filme de ficção científica “Project Hail Mary”, com Ryan Gosling a protagonista, e baseado no romance de Andy Weir, também publicado há uns dias atrás.

Há um grande entusiasmo à volta de “The Premonition: A Pandemic Story” de que possa ter uma trajetória de sucesso semelhante a filmes como “Moneyball – Jogada de Risco” (2011) e “A Queda de Wall Street” (2015), ambos inspirados em romances de Michael Lewis.

Artigos relacionados