Pixar anunciou a contratação de uma nova argumentista para “Toy Story 4”

Depois de ter passado por momentos de grande turbulência, o desenvolvimento de “Toy Story 4” parece agora estar no rumo certo, ao ser anunciado pela Pixar a contratação de uma nova argumentista.

Segundo a Deadline, a nova responsável por escrever o guião da animação será Stephany Folsom, escritora que colaborou em “Thor: Ragnarok”, mas cujo nome não aparece nos créditos, devido a não cumprir as normas impostas pelo sindicato de argumentistas. É também a autora de um guião original que constava da Black List, com o título “1969: A Space Odyssey Or: How Kubrick Learned To Stop Worrying And Land On The Moon”.

Folsom vai ocupar o cargo que estava inicialmente destinado a Rashida Jones e Will McCormack, que abandonaram o projeto alegando apenas diferenças criativas e não pela saída da Disney/Pixar de John Lasseter, chefe criativo da Pixar que estava indicado para dirigir o filme, após as acusações de comportamentos sexuais inadequados.

Os principais personagens deste novo capitulo da famosa franquia de brinquedos conta no elenco de vozes com Tom Hanks (Woody), Annie Potts (Bo Peep), Tim Allen (Buzz Lightyear), Joan Cusack (Jessie) e Jodi Benson (Barbie).

O filme é um projeto extremamente importante para a Disney/Pixar depois do último ter superado a fasquia de mil milhões de dólares em receitas mundiais, tornando-se a primeira animação a ultrapassar aquela marca, recorde batido por “Frozen: O Reino do Gelo (2013)”, que lidera o ranking das animações mais lucrativas de todos os tempos e mais recentemente por “Mínimos (2015).

“Toy Story 4” está definido como uma comédia romântica, por estar centrado no relacionamento entre Woody e Bo-Peep.  Será lançado nos cinemas a 21 de junho de 2019.

Artigos relacionados