Porto/Post/Doc regressa de 16 a 26 de novembro com mais de cem filmes

De 16 a 26 de novembro, o festival de cinema Porto/Post/Doc volta a ocupar vários espaços do Porto para agitar a baixa da cidade com a sua 9ª edição. A programação conta com mais de cem filmes que propõem um olhar transversal sobre o cinema contemporâneo e as obras de cineastas que têm vindo a marcar a história do cinema.

A sessão de abertura está marcada para o icónico Coliseu do Porto com a exibição de “Hallelujah: Leonard Cohen, A Journey, A Song“, filme realizado por Daniel Geller e Dayna Goldfine, sobre a história da intemporal canção do canadiano Leonard Cohen. A cerimónia de entrega de prémios contará com a exibição de “All the Beauty and the Bloodshed“, de Laura Poitras sobre a artista e ativista Nan Goldin, numa parceria com o LEFFEST.

Filme de abertura “Hallelujah: Leonard Cohen, A Journey, A Song”

A Competição Internacional, a principal secção do festival, vai apresentar obras que fornecem num olhar panorâmico sobre questões políticas e sociais que marcam a atualidade. Ao todo serão oito longas-metragens: “Fragments from Heaven”, de Adnane Baraka; “Holidays”, de Antoine Cattin; “Elfriede Jelinek – Language Unleashed”, de Claudia Müller; “A Little Love Package”, de Gastón Solnicki; “Daughters”, de Jenifer Malmqvist; “The Curse”, de Maria Kaur Bedi e Satindar Singh Bedi; “The Natural History of Destruction”, de Sergei Loznitsa; e “A House Made Of Splinters”, de Simon Lereng Wilmont.

O festival conta ainda com as suas habituais secções competitivas “Transmission”, dedicada a documentários sobre música e movimentos culturais, da qual faz parte o filme de abertura, a competição Cinema Falado, focada em obras produzidas em países lusófonos, e a Cinema Novo, que reúne um grupo de curtas-metragens realizadas por estudantes portugueses, com vista a descobrir jovens talentos.

Filme “All the Beauty and the Bloodshed”

Além das secções competitivas, o Porto/Post/Doc compõem-se, igualmente, de programas temáticos, secções retrospetivas de nomes maiores do cinema mundial, cinema para a infância e para o público adoslescente, assim como diversos espaços de debate, oficinas, festas e eventos para a indústria cinematográfica. De volta estão também as sessões de cinema imersivo no Planetário, assim como o programa focado em novos talentos do cinema europeu (este ano dedicado a realizadores suíços) e o Cinefiesta.

A novidade no festival é a criação do LABCeuta, um laboratório de cinema que propõe desenvolver atividades complementares em volta da competição Cinema Novo, onde o mote principal é a reflexão em torno do cinema como meio de expressão artística e de exploração de realidades.

Na secção Neurodiversidade, o tema central desta edição, serão apresentados sete filmes, “onde se pretende refletir sobre o conceito da neurodiversidade de forma justa e comovente”, tema que será abordado no ciclo de conversas Fórum do Real, que vão contar, entre outros, com o maestro Martim Sousa Tavares, o realizador Jorge Jácome, o psiquiatra Adrian Gramary, o escritor Hugo Van der Ding, o fotógrafo Paulo Pimenta e o realizador Jorge Pelicano.

Os bilhetes para todas as sessões do festival já se encontram à venda e podem ser adquiridos através da página de cada um dos filmes, no website oficial do Porto/Post/Doc, onde pode consultar toda a programação e muitas outras informações.

Quer ficar a par de todas as novidades de cinema e televisão? Siga-nos nas redes sociais e não se esqueça de deixar um “like”!

Estamos no Facebook, Instagram, Twitter e no Google Notícias. Pode ainda assistir aos trailers legendados no Youtube.

Artigos relacionados