Portugal fora dos 15 pré-selecionados ao Óscar de Melhor Filme Internacional

Pré-selecionados para o Oscar de Melhor Filme Internacional

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou as shortlists dos filmes pré-selecionados para a corrida aos Óscares em 10 categorias e dos quais sairão os nomeados finais à conquista da estatueta dourada.

E também não foi desta vez que o representante português, “A Metamorfose dos Pássaros“, de Catarina Vasconcelos, conseguiu ultrapassar a primeira triagem, contribuindo para que Portugal continue com o recorde do pais que mais vezes submeteu sem sucesso filmes candidatos a uma nomeação, o que desde 1980 já aconteceu 38 vezes. ´

Embora não tenha havido muitas surpresas, para alguns a omissão mais surpreendente foi provavelmente o filme “Titane“, de Julia Ducournau, vencedor da Palma de Ouro do Festival de Cannes e candidato pela França. Também de fora ficou o representante da Roménia, “Má Sorte no Sexo ou Porno Acidental“, de Radu Jude, premiado no Festival de Berlim com o Urso de Ouro de Melhor Filme.

Entre os 15 filmes que continuam com aspirações à conquista do Óscar encontra-se alguns que já passaram ou estão prestes a estrear nos cinemas nacionais, como é o caso de “Compartimento No. 6” (Finlândia), “Cordeiro” (Islândia), “Um Herói” (Irão), “Hive” (Kosovo), “A Pior Pessoa do Mundo” (Noruega), “O Bom Patrão” (Espanha) e ainda Flee – A Fuga (Dinamarca), uma animação que também está entre os pré-selecionados na categoria de Documentário, sendo também elegível para Melhor Filme de Animação. Caso consiga ser nomeado nas três categorias fará história e estabelecerá um novo recorde dos Óscares.

Além dos pré-selecionados para Melhor Curta-Metragem live-action, de Animação e documental, foram também reveladas as shortlists de 5 categorias técnicas: Melhor Banda Sonora, Melhor Canção Original, Melhor Som, Melhores Efeitos Visuais e Melhor Maquilhagem e Cabelos, onde se destaca “007 – Sem Tempo para Morrer“, o 25º da saga James Bond dirigido por Cary Joji Fukunaga, que marca presença em todas as categorias, seguido por “Dune – Duna“, de Denis Villeneuve, com quatro indicações.

As nomeações finais serão anunciadas a 8 de fevereiro e os vencedores serão conhecidos na 94ª edição dos Óscares que está programada para acontecer a 27 de março de 2022 no Dolby Theatre em Los Angeles, Califórnia, e transmitido em direto para todo o mundo pelo canal ABC.

MELHOR FILME INTERNACIONAL

ALEMANHA – “I’m Your Man”, de Maria Schrader
ÁUSTRIA – “Great Freedom”, de Sebastian Meise
BÉLGICA – “Un Monde”, de Laura Wandel
BUTÃO – “Lunana: A Yak in the Classroom”, de Pawo Choyning Dorj
DINAMARCA – “Flee – A Fuga”, de Jonas Poher Rasmussen
ESPANHA – “O Bom Patrão”, de Fernando León de Aranoa
FINLÂNDIA – “Compartimento No. 6”, de Juho Kuosmanen
IRÃO – “Um Herói”, de Asghar Farhadi
ISLÂNDIA – “Cordeiro”, de Valdimar Jóhannsson
ITÁLIA – “È Stata la Mano di Dio”, de Paolo Sorrentino
JAPÃO – “Drive My Car”, de Ryusuke Hamaguchi
KOSOVO – “Hive”, de Blerta Basholli
MÉXICO – “Noche de Fuego”, de Tatiana Huezo
NORUEGA – “A Pior Pessoa do Mundo”, de Joachim Trier
PANAMÁ – “Plaza Catedral”, de Abner Benaim

Artigos relacionados