“Rapaz Só”: Filme de António Borges Correia no videoclube Zero em Comportamento

Filme Rapaz Só no videoclube Zero em Comportamento

Chegou esta sexta-feira, 16 de abril, ao videoclube Zero em Comportamento, mais um filme do cineasta português António Borges Correia, “Rapaz Só“, uma longa metragem que aborda as consequências da emigração através do olhar de um adolescente perante a sua própria solidão, sobre como a resolveu, sobre como sobreviveu.

Uma longa metragem inspirada numa história verídica e que nos recorda como é difícil a vida quando as famílias são obrigadas a separar-se. Eis a sinopse oficial:

“Depois de ver a mãe e os irmãos mais novos emigrarem, Hugo imagina um filme sobre a sua solidão, como forma de resolver esse impacto inesperado. Conhece um realizador e propõe a sua ideia, um filme onde representará o seu papel com os personagens reais que o rodeiam. A mãe, a escola e o avô recusam participar. Hugo está cada vez mais sozinho e entra em depressão, algo que vai arruinando as suas relações com os amigos e com a namorada. Não consegue dormir, chega atrasado às aulas, nada lhe interessa… Hugo, consciente de um caminho auto-destrutivo, opta por ter disponibilidade para quem quer estar com ele, a namorada que também é uma ilha na sua própria família. É como se Hugo e Marta, a namorada, se salvassem um ao outro.”

Recorde-se que, no Videoclube Zero em Comportamento, o visionamento de qualquer conteúdo custa 3€, durante 72 horas, além de existirem opções de subscrição anual ou semestral. Para assistir a “Rapaz Só” basta clicar no link do filme.

Artigos relacionados