Rivoli acolhe entre 20 de fevereiro e 4 de março a 38ª edição do Fantasporto

O Teatro Municipal Rivoli, na cidade do Porto, vai novamente acolher, entre 20 de fevereiro e 4 de março, o 38º Fantasporto – Festival Internacional de Cinema do Porto, evento realizado pela cooperativa Cinema Novo.

Apesar do festival ser realizado com o orçamento mais baixo de sempre, conforme foi anunciado pelo diretor Mário Dorminsky, a edição deste ano terá mais três dias que o habitual e apresentará mais de uma centena de filmes, escolhidos entre os 600 submetidos, provenientes de mais de 60 países.

A 38ª edição terá duas sessões de abertura. No dia 20 de fevereiro as honras da Sessão de Abertura Oficial estarão a cargo de “O Segredo de Marrowbone”, do espanhol Sergio G. Sanchez. No dia 23, o drama do realizador russo Karen Shakhnazarov, “Anna Karenina. Vronsky’s Story”, foi o escolhido para abrir a secção competitiva. A encerrar o festival será exibido no dia 3 de março, “Fidelidade Sem Limite” (Le Fidéle), um drama de Michaël R. Roskam.

O Fantas 2018 volta a contar com as suas quatro secções competitivas. Na Secção Oficial de Cinema Fantástico vão estar em competição 15 curtas e 16 longas-metragens e na 28ª edição da Semana dos Realizadores – Prémio Manoel de Oliveira – competem 10 filmes, entre os quais a produção portuguesa “Aparição“, de Fernando Vendrell. Para a Secção Orient Express foram selecionadas oito obras.

Na secção competitiva Prémios do Cinema Português e para o prémio de Melhor Filme estão a concurso 6 curtas e 3 longas-metragens, estas em antestreia mundial, onde para além do citado “Aparição”, também está integrado “Vida Sublime”, de Luís Diogo e “Doutores Palhaços”, de Bernardo Lopes e Helder Faria. Nesta secção, será ainda premiada uma produção como a Melhor Escola de Cinema e Audiovisual 2018.

A programação do Fantasporto inclui também programas especiais, entre os quais, uma homenagem a Lauro António, com a exibição do filme “Manhã Submersa”, uma retrospetiva do trabalho de Chang Tso-Chi, realizador do Taiwan e uma mostra dos chamados Taiwan B-Movies dos anos 70 e 80. Espaço ainda para 5ª edição Fantas Classic, que conta com a presença de Harley Cokeliss, a comemorar o 30º aniversário da estreia do seu filme “Dream Demon” e para a secção TV Globo Fantástica.

No site oficial do Fantasporto, poderá aceder a todas as informações sobre o evento. Confira agora o programa oficial das principais secções competitivas:

SECÇÃO OFICIAL DE CINEMA FANTÁSTICO – LONGAS-METRAGENS
– “Ruin Me”, de Preston DeFrancis
– “Living Among Us”, de Brian J. Metcalf
– “The Woman in Unit 38”, de Prime Cruz
– “Ilawod”, de Dan Villegas
– “Ajin”, de Katsuyuki Motohiro
– “Les Affamés”, de Robin Aubert
– “Still Born”, de Brandon Christensen
– “Replace”, de Norbert Keil
– “November”, de Rainer Sarnet
– “A Day”, de Sun-ho Cho
– “Involution”, de Pavel Khvaleev
– “Glass Garden”, de Shin Su-won
– “The Child Remains”, de Michael Melski
– “DC Super Heroes vs. Eagle Talon”, de Frogman
– “The Hollow Child”, de Jeremy Lutter
– “A Comédia Divina”, de Toni Venturi

SECÇÃO OFICIAL DE CINEMA FANTÁSTICO – CURTAS-METRAGENS
– “Reruns”, de Rosto
– “Caronte”, de Luís Tinoco
– “Creature from the Lake”, de Renata Antunez, Alexis Bédué, Léa Bresciani, Amandine Canville, Maria Castro Rodriguez, Logan Cluber, Nicolas Grangeaud, Capucine Rahmoun-Swierczynski, Victor Rouxel, Orianne Siccardi e Mallaury Simoes
– “Yemanja”, de Frédéric Gaudin, Marceau Leger, Tanguy Lemonnier, Patrick Martini, Diana Nikitina e Flora Silve
– “Azdaja”, de Ivan Ramadan
– “The End of Time”, de Milcho Manchevski
– “Sweet Wate”, de Drew Casson
– “In the Dark Dark Woods”, de Jason Bognacki
– “Merry-Go-Round”, de lhor Podolchak
– “Belle à Croquer”, de Axel Courtière
– “BE”, de Tony Morales
– “Zarr-Dos”, de Bart Wasem
– “Storylines”, de Juan Manuel Betancourt Calero
– “Salvatore”, de Maarten Groen

SECÇÃO OFICIAL SEMANA DOS REALIZADORES – PRÉMIO MANOEL DE OLIVEIRA
– “Aparição”, de Fernando Vendrell
– “Uma Vida Sublime”, de Luís Diogo
– “Anna Karenina. Vronsky’s Story”, de Karen Shakhnazarov
– “Bhoy Intsik”, de Joel Lamangan
– “Budapest Noi”, de Éva Gárdos
– “The Charmer”, de Milad Alami
– “Bikini Moon”, de Milcho Manchevski
– “Al- Asleyeen”, de Marwan Hamed
– “True Fiction”, de Jin-Mook Kim
– “The Butcher, The Whore and the One-Eyed Man”, de János Szasz

SECÇÃO OFICIAL ORIENT EXPRESS
– “True Fiction”, de Jin-Mook Kim
– “Bhoy Intsik”, de Joel Lamangan
– “The Woman in Unit 38”, de Prime Cruz
– “Ilawod”, de Dan Villegas
– “Ajin”, de Katsuyuki Motohiro
– “A Day”, de Sun-ho Cho
– “Glass Garden”, de Shin Su-won
– “DC Superheroes VS Eagle Talon”, de Frogman

PRÉMIOS CINEMA PORTUGUÊS 2018 – MELHOR FILME LONGA-METRAGEM
– “Uma Vida Sublime”, de Luís Diogo
– “Aparição”, de Fernando Vendrell
– “Doutores Palhaços”, de Bernardo Lopes e Helder Faria

PRÉMIOS CINEMA PORTUGUÊS 2018 – MELHOR FILME CURTA-METRAGEM
– “Calipso”, de Paulo A.M.Oliveira e Pedro Martins
– “Spin-Off”, de Farid Salamé
– “Não Desculpo”, de Sofia Almeida Ferreira e Pedro Marta
– “Entretons”, de Luís Miranda
– “Qualquer Coisa de Belo”, de Pedro Senna Nunes
– “Red Queen”, de Adriana Martins da Silva e Pedro Martins

Artigos relacionados