“Rough Aunties”: Filme de Kim Longinotto no videoclube da Zero em Comportamento

Rough Aunties Filme de Kim Longinotto no videoclube da Zero em Comportamento

Já está disponível no videoclube da Zero em Comportamento o filme “Rough Aunties”, um documentário de Kim Longinotto, vencedor do Prémio do Júri na competição World Cinema do Festival de Sundance de 2009, descrito como um retrato inspirador e humanitário sobre um grupo de mulheres destemidas que luta contra o abuso sexual de crianças e mulheres, em Durban, África do Sul.

Apesar da dura realidade com que trabalham na organização de bem-estar infantil “Bobbi Bear”, estas mulheres permanecem firmes nas suas convicções pessoais, enquanto trabalham diariamente contra a apatia e a corrupção, procurando ajudar os mais vulneráveis e ignorados das suas comunidades.

Longinotto dá-nos a conhecer uma história emocionante sobre o trabalho que estas mulheres, cheias de sabedoria, amizade e graça, realizam com a inabalável convicção de que aquilo porque lutam é fundamental! Ao mesmo tempo, somos confrontados com a realidade pós-apartheid da África do Sul, no seu processo de transformação para uma nova democracia cheia de esperança e de energia.

Kim Longinotto é uma das mais proeminentes documentaristas em actividade, sendo reconhecida internacionalmente pelos seus pungentes retratos e pelo seu sensível e apaixonante tratamento de tópicos difíceis. Observando, reflectindo e contando as estórias de mulheres que desafiam convenções e lutam contra instituições, opressão e preconceitos, Longinotto documenta e revela as idiossincrasias e os costumes de sociedades oprimentes.

Imagem do filme Rough Aunties

Passando por temas tão diversos como o divórcio no Irão, a mutilação genital feminina no Quénia, a violência sobre mulheres e crianças nos Camarões, na África do Sul ou na Índia, a educação de crianças emocionalmente perturbadas em Inglaterra ou mesmo questões de género, identidade sexual e contradições culturais no Japão, Longinotto assume-se politicamente comprometida, viajando pelo mundo inteiro para documentar os aspectos mais difíceis da realidade das mulheres.

Quase todos os seus filmes foram premiados um pouco por todo o mundo, sendo que “Sisters in Law” recebeu o Prémio Arte e Ensaio do Festival de Cannes, “Hold me tight, Let me go” foi galardoado com o Prémio Especial do Júri no Festival Internacional de Documentário de Amesterdão e “Rough Aunties” ganhou o Prémio do Júri na competição World Cinema do Festival de Sundance.

Navegando pelas águas do documentário, desde que iniciou a sua carreira em 1976, trabalhando quase sempre com equipas reduzidas – a própria, na câmara, uma co-realizadora local e apenas uma pessoa no som – e mantendo-se sempre independente de quaisquer produtoras, Longinotto tem conseguido financiar o seu trabalho através da emissão dos seus filmes na BBC e vem conquistando a sua importância cinematográfica através do florescente circuito dos festivais de cinema.

O filme está disponível por 3€, durante 72 horas, através deste link do videoclube da Zero em Comportamento.

Artigos relacionados

Contribua com a sua opinião!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *