Sam Esmail, criador de “Mr. Robot” vai desenvolver um reboot da série “Battlestar Galactica”

Sam Esmail vai desenvolver reboot de Battlestar Galactica

Considerada uma das melhores série de ficção científica de sempre, “Battlestar Galactica” vai regressar ao pequeno ecrã. Segundo o The Hollywood Reporter, Sam Esmail, criador de “Mr. Robot”, vai desenvolver uma nova versão para a NBCUniversal, que a exibirá na sua futura plataforma de streaming Peacock, que será lançada em abril de 2020.

Os detalhes sobre a nova visão de Esmail estão a ser mantidos em segredo, embora fontes digam que será um olhar atualizado sobre o universo Battlestar Galactica e que será inspirada na série de 2004 da Syfy, de Ron Moore, em vez da série original criada por Glen A. Larson, lançada em 1978.

No Twitter, o próprio Esmail fez questão em esclarecer os fãs que não será um remake da versão de Moore, porque acha que não há razões para mexer em trabalhos perfeitos. Em vez disso, irá explorar uma nova história dentro da mitologia, mantendo-se fiel ao espírito de Battlestar.

Esmail está associado com produtor executivo, que ainda não tem qualquer escritor anexado e que será produzida pela Universal Content Productions, produtora da série original, como parte do acordo de quatro anos que estabeleceu para o desenvolvimento de várias séries.

O BSG original de Larson, criada na ABC, surgiu para aproveitar o sucesso que “Star Wars” fazia na época, mas acabou por ser cancelada ao fim de uma temporada. Uma campanha de fãs levou a um “revival” de 10 episódios, “Galactica 1980”. Em 2003, surgiu a versão de Moore, uma minissérie de três horas, que durou quatro temporadas. A sua abordagem atualizada da mitologia da franquia foi elogiada pela crítica e amada pelos fãs, tornando um clássico cult.

Além desta nova versão de BSG, Esmail também está a trabalhar numa adaptação televisiva do clássico filme de ficção científica “Metropolis”, realizado por Fritz Lang em 1927, que também fará parte da programação da Peacock.

Artigos relacionados