“Serial Killer Sundays”: Aos domingos à noite no ID – Investigation Discovery

Investigation Discovery estreia o especial Serial Killer Sundays

Aos domingos à noite, a partir de 28 de setembro, sempre às 22:00h, o canal ID – Investigation Discovery estreia o especial “Serial Killer Sundays“, uma série de documentários dedicados a alguns dos mais prolíficos e arrepiantes assassinos em série da história dos EUA, que investigam as vidas e histórias arrepiantes de “monstros”’ como Jeffrey Dahmer, Gary Ridgway, Aileen Wuornos ou Robert Hansen.

A cada domingo, o especial dá a conhecer em detalhe a vida de um assassino em série através de encenações, entrevistas a detetives, imagens de interrogatórios, testemunhos de familiares de vítimas e dos próprios assassinos que permitem aos espectadores ter uma noção de quem realmente eram estes “serial killers” e do mal sem limites que foram capazes de cometer.

A temporada começa com o perturbador relato de Jeffrey Lionel Dahmer, um nome incontornável para os fãs de “crime-real”, cujos crimes macabros passaram despercebidos em Ohio e Milwaukee nos anos 70 e 80. Os seus atos hediondos valeram-lhe a alcunha de o “Canibal de Milwaukee”. De tímido adolescente, passou para um brutal assassino em série que matou, mutilou, esquartejou e comeu as suas vítimas.

Entre 1987 e 1991, Dahmer foi responsável pela morte de pelo menos 17 rapazes na cidade mais populosa do Estado do Wisconsin. Atraía as vítimas para o seu apartamento com promessas de sexo, onde posteriormente as envenenava e matava. Na maioria dos casos guardava partes dos corpos no frigorifico para comer mais tarde. Quando foi detido em 1991, os detetives encontraram no seu apartamento 11 crânios humanos e outras partes de corpos. Foi condenado a 16 penas de prisão perpétua, mas acabou brutalmente espancado até à morte na cela por outro recluso em 1994.

No primeiro fim-de-semana de outubro, o domingo é dedicado a Gary Leon Ridgway, conhecido como “The Green River Killer”. Um homem banal e insuspeito que entre os anos de 1980 e 1998 matou mais de 70 mulheres, na sua maioria prostitutas, no Estado de Washington, abandonando os seus corpos sem vida no rio ou enterrando-os em zonas de mato.

O especial vai também apresentar a história de Aileen Wuornos, considerada a primeira assassina em série dos EUA. Entre 1989 e 1990, Aileen prostitui-se ao longo de uma autoestrada na Florida tendo assassinado sete dos seus clientes, para depois os roubar, e a de Robert Christian Hansen, um padeiro de Anchorage, que raptou, violou, caçou e assassinou pelo menos 17 mulheres entre 1971 e 1983.

Artigos relacionados