“TRAÇA”: Arranca hoje a 3ª edição da Mostra de Filmes de Arquivos Familiares

TRAÇA - Mostra de Filmes de Arquivos Familiares 2020

A partir desta segunda-feira (19) de outro e até ao dia 25 de outubro, vai decorrer a 3ª edição da TRAÇA – Mostra de Filmes de Arquivos Familiares, uma iniciativa do Arquivo Municipal de Lisboa – Videoteca que desvenda filmes amadores, feitos em contexto privado ou familiar, recolhidos por este organismo.

A Mostra é um projeto de recolha, estudo e exposição de filmes de família que teve início em 2015, focado em bairro Castela. A segunda, em 2017, foi dedicada ao bairro da Madragoa. Na edição deste ano, a curadoria dos filmes escolhidos gira em torno das freguesias de Marvila e Alvalade, em Lisboa.

Segundo a organização, trata-se de “um percurso físico e digital a partir dos percursos históricos mas também quotidianos que ligam as populações”, com filmes em estado bruto, que pretendem reavivar e de alguma forma reconstruir a memória da circulação entre os dois territórios que, apesar de contíguos, estão em parte desenhados para se esquecerem um do outro.

A programação da 3.ª edição da TRAÇA é apresentada através de um percurso digital, atualizado em cada um dos dias da mostra no sítio-mapa, em formato vídeo, fotografia, texto ou outro, que mapeia percursos físicos em Marvila e Alvalade e problematiza também noções de deslocação, construção, autoconstrução, ocupação e memória.

No final, os percursos vão desenhar uma rede de circulação em volta de dois pontos permanentes que indicam o sítio onde está montada a exposição MURAL, duas estruturas de afixação de cartazes colocadas em espaços públicos de Marvila e Alvalade, com intervenção de artistas como André Guedes, Carla Filipe, Fernanda Fragateiro, Filipe André Alves e Ramiro Guerreiro.

Da compilação dos filmes de família do arquivo municipal, feita pela curadora Maria do Mar Fazenda, a convite da TRAÇA, também resulta a MONTAGEM, um conjunto de fragmentos selecionados e organizados em quatro temas “Areia”, “Varandas”, “Ocupações efémeras da rua” e “Evidências da técnica” que serão disponibilizados online.

Artigos relacionados