TVCine Edition revisita num especial quatro filmes emblemáticos de Woody Allen

Entre os dias 21 e 24 de fevereiro, com início às 22:00h, o TVCine Edition emite o “Especial Woody Allen“, dedicado a uma das vozes mais prolíficas e resilientes do cinema americano, com uma carreira que atravessa sete décadas e mais de cinquenta filmes em seu nome, marcando sucessivas gerações com o seu género inconfundível de humor autodepreciativo e angústia existencial.

A programação do especial revisita quatro dos filmes mais emblemáticos da década de 1970 de Woody Allen, que vão do humor slapstick de “Bananas” e da irreverência de “O ABC do Amor“, a dois dos seus maiores êxitos, “Annie Hall” e “Manhattan“.

Assista ao vídeo promocional e conheça um pouco melhor os filmes:

21 de fevereiro: “Bananas” (1971)

Fielding Mellish apaixona-se por Nancy, uma ativista política. Assiste a manifestações e tenta de outras formas convencê-la de que é digno do seu amor, mas Nancy quer alguém com maior potencial de liderança. É então que Mellish foge para a pequena república sul-americana de San Marcos, onde se se transforma num guerrilheiro libertário e acaba por se tornar Presidente do país. Louise Lasser, Carlos Montalbán, Nati Abascal, Jacobo Morales e Howard Cosell juntam-se a Woody Allen no elenco.

22 de fevereiro: “O ABC do Amor” (1972)

Tomando como inspiração o livro homónimo de David Reuben, O ABC do Amor explora os mistérios do sexo em sete histórias vagamente interligadas. Personagens como um bobo da corte (Woody Allen), um médico (Gene Wilder), uma rainha (Lynn Redgrave) e uma jornalista (Heather MacRae) aventuram-se por experiências de laboratório e concursos em busca de respostas a perguntas que muitos nunca ousariam fazer.

23 de fevereiro: “Annie Hall” (1977)

O comediante Alvy Singer examina a ascensão e queda da sua relação com Annie Hall (Diane Keaton). Falando diretamente para o público, Singer reflete brevemente sobre a sua infância e os seus primeiros anos de adulto antes de contar a história de como ele e Annie se conheceram, se apaixonaram e lutaram contra os obstáculos do romance moderno, misturando sequências de fantasia com pequenos momentos de drama emocional. Um ponto de viragem na carreira de Allen, Annie Hall venceu os Óscares de Melhor Filme, Melhor Realizador, Melhor Atriz e Melhor Argumento Original em 1978, e é desde então considerado um clássico do cinema americano. Em 2015, o argumento de Annie Hall foi considerado o mais divertido de sempre pela Writers Guild of America.

24 de fevereiro: “Manhattan” (1979)

Nesta carta de amor a Nova Iorque, Allen é Isaac Davis, um frustrado escritor de televisão por duas vezes divorciado que não quer enfrentar a meia-idade sozinho (a sua esposa Jill deixou-o por uma mulher). Isaac namora com Tracy, uma rapariga de liceu que ele sabe que é errada para ele, e começa a perguntar-se se ele e a inteligente escritora Mary (Diane Keaton), a amante do seu melhor amigo, não poderiam fazer um casal melhor. Um dos grandes sucessos de Allen, Manhattan conta ainda com Diane Keaton, Mariel Hemingway, Meryl Streep, Anne Byrne e Michael Murphy.

Após a sua estreia, os filmes ficarão disponíveis no serviço de vídeo on-demand TVCine+.

Artigos relacionados