“Um Outro Mundo”: Drama social sobre a desumanização do tecido empresarial

Com distribuição da Alambique Filmes, chega esta quinta-feira, 16 de junho, aos cinemas portugueses o mais recente trabalho do cineasta francês Stéphane Brizé, um drama social intitulado “Um Outro Mundo” (Un Autre Monde), que aborda a forma como a desumanização foi incorporada no tecido empresarial.

Com este filme, Brizé concluiu a sua trilogia de trabalho que teve início com “A Lei do Mercado”(2015), um drama sobre o mercado de trabalho, desemprego e a influência na vida do cidadão comum, e de “Em Guerra” (2018), sobre a injustiça, precariedade no trabalho e as lutas laborais.

A trilogia tem um denominador em comum, o protagonista, Vincent Lindon, que com o primeiro filme venceu o César de Melhor Ator e igual distinção no Festival de Cannes. Neste filme, que fala sobre a pressão do trabalho na vida pessoal e da necessidade de priorização, o ator interpreta o diretor de uma empresa que enfrenta uma selva corporativa global, um casamento fracassado e o colapso psicológico do seu filho.

A história gira em torno de Philippe Lemesle, que atravessa um período particularmente terrível da sua vida. Executivo de sucesso num grande grupo industrial, não sabe mais como responder às demandas inconsistentes dos seus superiores hierárquicos, que pedem que seja gestor num dia e carrasco no outro. Mas toda a dedicação à empresa, causou um grande afastamento da mulher, que lhe pediu o divórcio, e do filho de ambos, que arranja problemas com os professores na escola.

O amor que os unia parece ter sido irrevogavelmente destruído pela pressão do trabalho. Face a todas estas tensões e num momento em que as suas escolhas profissionais afetam a vida de todos e ameaçam destruir o equilíbrio familiar, chegou a hora de Philippe fazer um balanço e decidir que rumo quer dar à sua vida.

Do elenco fazem ainda parte Sandrine Kiberlain como a esposa Anne, e Anthony Bajon como o filho Lucas. Assista ao trailer legendado.

Artigos relacionados