Vencedores da 27ª edição do Curtas Vila do Conde – Festival Internacional de Cinema

Vencedores do Curtas de Vila do Conde 2019

Durante a cerimónia de encerramento que decorreu neste passado domingo, foram anunciados os vencedores da 27ª edição do Curtas Vila do Conde – Festival Internacional de Cinema, que decorreu desde o dia 6 de julho.

Na competição internacional, o Grande Prémio DCN Beers da Competição Internacional foi para a espanhola Elena López Riera pelo filme “Los que Desean”, enquanto que, na Competição Nacional, o Prémio OralMED de Melhor Filme foi para “Ave Rara”, de Vasco Sultão.

No entanto, o filme mais premiado foi “Les Extraordinaires Mésaventures de la Jeune Fille de Pierre”, o novo trabalho de Gabriel Abrantes, vencedor na categoria de Ficção da Competição Internacional e do Prémio do Público da Competição Nacional. Além disso, o filme será o candidato do Curtas aos Prémios Europeus de Cinema.

Ainda na Competição Internacional, o Prémio do Público foi atribuído a “Panique au Village – La Foire Agricole”, de Stéphane Aubier e Vincent Patar, o de Melhor Documentário à produção australiana “Demonic”, de Pia Borg e o de Melhor Animação foi atribuído a “Purpleboy”, de Alexandre Siqueira, que também venceu o Prémio de Aquisição Movistar+, na Competição Nacional.

Na Competição Take One!, dedicada a escolas de cinema, a vitória foi para “Em Caso de Fogo”, de Tomás Paula Marques, da Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa, enquanto “Suspended Island”, de Jane e Louise Wilson venceu a Competição Experimental. “Nefta Football Club”, de Yves Piat, foi o vencedor na secção My Generation, “A Gata Butterboo”, de Emilie Pigeard, foi distinguido na Competição Curtinhas e por fim, o prémio Fujifilm da secção Vídeos Musicais foi parar às mãos de Francisco Lobo, por “Mesa para Dois no Carpa – David Bruno”.

Confira o palmarés completo do Curtas 2019:

COMPETIÇÃO INTERNACIONAL

Grande Prémio DCN Beers – Melhor Filme
– “Los Que Desean”, de Elena López Riera

Melhor Filme de Animação
– “Purpleboy”, de Alexandre Siqueira

Melhor documentário “Manoel de Oliveira”
– “Demoniac”, de Pia Borg

Melhor Filme de Ficção
– “Les Extraordinaires Mésaventures de la Jeune Fille de Pierre”, de Gabriel Abrantes

Prémio do Público Poças
– “Panique au Village – La Foire Agricole”, de Stéphane Aubier e Vincent Patar

COMPETIÇÃO NACIONAL

Prémio OralMED – Melhor Filme
– “Ave Rara”, de Vasco Saltão

Prémio Kino Sound Studio – Melhor Realizador
– Mariana Gaivão por “Ruby”

Prémio do Público- Sociedade Portuguesa de Autores (SPA)
– “Les Extraordinaires Mésaventures de la Jeune Fille de Pierre”, de Gabriel Abrantes

Prémio Movistar+ – Prémio de Aquisição
– – “Purpleboy”, de Alexandre Siqueira

Candidato para os European Films Awards
– “Les Extraordinaires Mésaventures de la Jeune Fille de Pierre”, de Gabriel Abrantes

COMPETIÇÃO TAKE ONE!

Melhor Filme
– “Em Caso de Fogo”, de Tomás Paula Marques
Escola Superior de Teatro e Cinema

Prémio Blit – Melhor Realizador
– Maria Teixeira por “Inside Me”
Filmuniversitat Babelsberg Konrad Wolf (Alemanha)

COMPETIÇÃO VÍDEOS MUSICAIS

Prémio Fujifilm
“Mesa para Dois no Carpa – David Bruno”, de Francisco Lobo

COMPETIÇÃO EXPERIMENTAL
– “Suspended Island”, de Jane e Louise Wilson

COMPETIÇÃO CURTINHAS

Prémio MAR Shopping Matosinhos
– “A Gata Butterboo”, de Emilie Pigeard

Menção Honrosa (M/3)
– “O Tigre Sem Riscas”, de Raul Robin Morales Reyes

Menção Honrosa (M/10)
– “Crianças”, de Michael Frei

COMPETIÇÃO MY GENERATION
– “Nefta Football Club”, de Yves Piat

Artigos relacionados