Vencedores da 33ª edição dos Prémios do Cinema Europeu

Vencedores dos Prémios do Cinema Europeu 2020

Druk” (Another Round), o filme candidato pela Dinamarca ao Óscar de Melhor Filme Internacional, foi o grande vencedor da 33ª edição dos Prémios do Cinema Europeu (EFA), cujos vencedores foram conhecidos numa cerimónia virtual conduzida a partir de Berlim.

A comédia dramática venceu nas quatro principais categorias, incluindo melhor filme, melhor realização, atribuído a Thomas Vinterberg, melhor ator (Mads Mikkelsen) e melhor argumento (Vinterberg e Tobias Lindholm).

O Melhor Filme Europeu de 2020 acompanha Martin (Mikkelsen) e três dos seus amigos professores do ensino secundário que, inspirados pela teoria de que uma pequena quantidade de álcool no sangue abre as mentes para o mundo ao nosso redor, embarcam numa experiência para manter um nível constante de embriaguez durante o dia de trabalho.

“All Cats Are Grey in the Dark”, de Lasse Linder, venceu o prémio de melhor curta-metragem, uma das categorias em que Portugal estava representado com duas produções, “Tio Tomás, a Contabilidade dos Dias”, de Regina Pessoa, e “Past Perfect”, de Jorge Jácome.

A Academia Europeia de Cinema distinguiu ainda o produtor português Luís Urbano com o prémio de Coprodução Eurimages, e Mark Cousins com o EFA Award for Innovative Storytelling (narrativas inovadoras, pelo documentário “Women Make Film: A New Road Movie Through Cinema”. O prémio da Universidade Europeia foi atribuído a “Saudi Runaway”, documentário de Susanne Regina Meures, e “Sole”, de Carlo Sironi, com o prémio FIPRESCI.

Confira o palmarés completo da edição 2020 dos Prémios do Cinema Europeu:

MELHOR FILME
– “Drunk”, de Thomas Vinterberg (Dinamarca)

MELHOR REALIZAÇÃO
– Thomas Vinterberg (Druk)

MELHOR ATOR
– Mads Mikkelsen (Druk)

MELHOR ATRIZ
– Paula Beer (Undine)

MELHOR ARGUMENTO
– “Druk”

MELHOR DOCUMENTÁRIO
– “Colectiv”, de Alexander Nanau

MELHOR COMÉDIA EUROPEIA
– “Un Triomphe”, de Emmanuel Courcol

MELHOR ANIMAÇÃO
– “Josep”, de Aurel

MELHOR CURTA-METRAGEM
“Nachts Sind Alle Katzen Grau”, de Lasse Linder

FOTOGRAFIA EUROPEIA
– “Volevo Nascondermi”

MELHOR MONTAGEM
– “Il Varco – Once More Unto the Breach”

MELHOR DIREÇÃO ARTÍSTICA
– “A Vida Extraordinária de Copperfield”

MELHOR GUARDA-ROUPA
– “Volevo nascondermi” (“Hidden Away”)

MELHOR CARACTERIZAÇÃO
– “La Trinchera Infinita”

MELHOR BANDA SONORA
– “Berlin Alexanderplatz”

MELHOR SOM
– “Petite fille”

MELHOR EFEITOS VISUAIS
– “A Plataforma”

PRÉMIO DE COPRODUÇÃO EURIMAGES
– Luís Urbano

PRÉMIO DA UNIVERSIDADE EUROPEIA
– “Saudi Runaway”, de Susanne Regina Meures

PRÉMIO EFA INNOVATIVE STORYTELLING
– “Women Make Film: A New Road Movie Through Cinema”, de Mark Cousins

PRÉMIO FIPRESCI
“Sole”, de Carlo Sironi

Artigos relacionados