Vencedores do Grande Prémio do Cinema Brasileiro 2017

Na cerimónia realizada no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, no passado dia 5 de setembro, foram revelados os vencedores da 16ª edição do Grande Prémio do Cinema Brasileiro, distinções concedidas pela Academia Brasileira de Cinema aos profissionais e filmes lançados comercialmente em 2016.

O drama musical biográfico “Elis“, de Hugo Prata, foi o grande vencedor ao arrecadar sete troféus, seis nas categorias técnicas e o de Melhor Atriz, atribuído a Andréia Horta que deu vida à cantora Elis Regina. Kleber Mendonça Filho foi distinguido como o Melhor Realizador por “Aquarius”, filme que venceu também na categoria de Melhor Longa-Metragem de Ficção e Melhor Banda Sonora. “Boi Neon”, de Gabriel Mascaro, também foi consagrado com três estatuetas: o de Melhor Ator para Juliano Cazarré, Melhor Argumento Original e Melhor Direção de Fotografia.

“Cinema Novo” de Eryk Rocha levou o prémio de Melhor Longa-Metragem Documentário, ex aequo com “Menino 23 – Infâncias Perdidas no Brasil”, de Belisario Franca e “O Primeiro Encontro”, de Denis Villeneuve, o de Melhor Longa-Metragem Estrangeira.

Confira a lista completa dos vencedores dos “Óscares” brasileiros:

MELHOR LONGA-METRAGEM FICÇÃO
– “Aquarius” de Kleber Mendonça Filho

MELHOR LONGA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO
– “Cinema Novo” de Eryk Rocha e
– “Menino 23 – Infâncias Perdidas no Brasil” de Belisario Franca

MELHOR LONGA-METRAGEM COMÉDIA
– “O Shaolin do Sertão” de Halder Gomes

MELHOR LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRA
– “Primeiro Encontro” de Denis Villeneuve

MELHOR REALIZADOR
– Kleber Mendonça Filho (Aquarius)

MELHOR ATRIZ
– Andréia Horta (Elis)

MELHOR ATOR
– Juliano Cazarré (Boi Neon)

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA
– Laura Cardoso (De Onde eu te Vejo)

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO
– Flavio Bauraqui (Nise – O Coração da Loucura)

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL
– “Boi Neon”

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO
– “Minha Mãe é Uma Peça 2” e
– “Big Jato”

MELHOR MONTAGEM FICÇÃO
– “Elis”

MELHOR MONTAGEM DOCUMENTÁRIO
– “Cinema Novo”

MELHOR DIREÇÃO FOTOGRAFIA
– “Boi Neon” e
– “Elis”

MELHOR DIREÇÃO ARTÍSTICA
– “Elis”

MELHOR BANDA SONORA
– “Aquarius”

MELHOR BANDA SONORA ORIGINAL
– “Elis”

MELHOR SOM
– “Elis”

MELHOR EFEITO VISUAL
– “Pequeno Segredo”

MELHOR GUARDA-ROUPA
– “Elis”

MELHOR MAQUILHAGEM E PENTEADOS
– “Elis”

MELHOR CURTA-METRAGEM FICÇÃO
– “O Melhor Som do Mundo”

MELHOR CURTA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO
– “Buscando Helena”

MELHOR CURTA-METRAGEM ANIMAÇÃO
– “Vida de Boneco”

A votação popular distinguiu as seguintes produções:

MELHOR LONGA-METRAGEM FICÇÃO (voto popular)
– “Boi Neon” de Gabriel Mascaro

MELHOR LONGA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO (voto popular)
– “Menino 23 – Infâncias Perdidas no Brasil” de Belisario Franca

MELHOR LONGA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO (voto popular)
– “A Rapariga Dinamarquesa” de Tom Hooper

Artigos relacionados