Vicenzo Natali abandona a realização da ficção científica ‘Neuromancer’

Vicenzo Natali_neuromancer

Vicenzo Natali já não vai realizar a adaptação ao cinema da mais famosa novela Cyberpunk de William Gibson, ‘Neuromancer’, que ganhou os três principais prémios da ficção científica: Nebula, Hugo e Philip K. Dick, após sua publicação em 1984. Este foi o primeiro livro de Gibson e o começo de uma triologia.

Lucas Foster, o produtor do filme da GFM Films, financiado pela empresa chinesa C2M Media Group, está agora à procura de um substituto para o cargo, assim como, de novos argumentistas.

A produção tem estado em desenvolvimento há muitos anos, com Natali à frente do projeto desde 2010, altura em que substituiu Joseph Kahn, que estava designado para o cargo desde 2007.

O livro conta a história de Case, um ex-hacker que foi impossibilitado de exercer a sua profissão, devido a um erro que cometeu quando tentou roubar os seus patrões. Case foi então envenenado com uma micotoxina, que danificou o seu sistema nervoso e o impossibilitou de se conectar à Matrix, pelo que, começou a procurar as clínicas clandestinas de medicina de Chiba City, onde gastou todo seu dinheiro com exames, sem conseguir encontrar uma cura. Drogado, sem dinheiro e desempregado, um grupo clandestino tira-o das ruas, prometendo-lhes consertar o o seu sistema neural em troca dos seus talentos.

Artigos relacionados