“Ministry of Ungentlemanly Warfare”: Guy Ritchie vai dirigir filme sobre a Segunda Guerra Mundial

Guy Ritchie vai dirigir filme Ministry of Ungentlemanly Warfare

Guy Ritchie (The Gentlemen: Senhores do Crime) assinou um contrato com a Paramount Pictures para dirigir “Ministry of Ungentlemanly Warfare“, uma longa-metragem ambientada na Segunda Guerra Mundial e adaptada do livro do escritor Damien Lewis, que chegou às livrarias em 2015 com o título completo “Ministry of Ungentlemanly Warfare: How Churchill’s Secret Warriors Set Europe Ablaze and Gave Birth to Modern Black Ops”.

A história passa-se em 1939, quando Winston Churchill decidiu parar de lutar sob as regras cavalheirescas e usou um método um pouco sujo contra os alemães, ao criar a primeira unidade de operações clandestina da Grã-Bretanha, uma equipa de sobreviventes, desajustados e criminosos declarados, que se tornaram nos primeiros agentes “negáveis” da Special Operations Executive e os primeiros a serem verdadeiramente “licenciados para matar”.

Com uma ampla variedade de habilidades, tinham a missão de atacar atrás das linhas inimigas. Os membros unidos do grupo sabiam que provavelmente morreriam em batalha e que o governo negaria a sua existência, mas conquistaram vitórias importantes contra os nazis usando uma combinação de engano e força bruta – desrespeitando todas as regras da guerra.

O projeto já está em andamento na Paramount desde o ano de lançamento da obra, quando o estúdio adquiriu os direitos. O último rascunho do guião foi escrito por Arash Amel baseado num rascunho anterior assinado por Paul Tamasy e Eric Johnson .

Segundo Deadline, “Ministry of Ungentlemanly Warfare”, será produzido por Jerry Bruckheimer e Chad Oman, por meio da Jerry Bruckheimer Films, enquanto que Ivan Atkinson, colaborador frequente de Ritchie, será o produtor executivo.

Artigos relacionados

Contribua com a sua opinião!

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *