Criadores de “The Conjuring” envolvidos numa nova franquia de terror

Criadores de The Conjuring envolvidos em filmes sobre a casa assombrada LaLaurie

Chad e Carey Hayes, os criadores da franquia de sucesso “The Conjuring”, estabeleceram uma parceria com a Faster Horse, uma nova produtora fundada por Cindy Bond e Doug McKay, para desenvolverem um série de filme de terror sobre assombrações.

A planeada franquia será construída em torno da vida real da LaLaurie Mansion, em Nova Orleans, uma das mais famosas casas assombradas do mundo, que desde 1932 não permite o acesso público. Apesar disso, milhares de turistas ainda viajam para a cidade todos os anos para visitar a propriedade.

A casa ficou famosa pela sua residente, a socialite Madame Lalaurie, uma assassina em série que torturou e assassinou numerosos escravos no início do século XIX. Depois dos seus crimes terem sido expostos após um incêndio na casa, em 1834, ela fugiu da cidade e nunca foi presa.

O edifício teve vários proprietários (incluindo o ator Nicolas Cage, segundo relatos), mas agora pertence a Michael Whalen, um parceiro e colaborador da Faster Horse, que está a permitir o acesso. Os irmãos Hayes visitaram a propriedade e estão a pensar em escrever o primeiro rascunho do guião dentro da própria casa, e a produção pretende filmar parcialmente no local.

“A Mansão LaLaurie é um lugar tão assustador quanto o mundo e não iremos impedir de dar ao público todo o efeito. Chad e Carey terão as mãos cheias, mas são verdadeiros mestres em recontagens cinematográficas de material perturbador”, disse McKay.

Os irmãos Hayes também se exprimiram sobre o novo trabalho: “Adoramos escrever filmes nos quais contamos histórias verdadeiras – incorporando momentos em que as pessoas podem procurar e descobrir que realmente aconteceram. Com a LaLaurie House, vamos fazer exatamente isso. Existe uma riqueza de documentação de um passado muito sombrio e assustador de eventos reais. Sem mencionar que, depois de passar algum tempo lá, o que experimentamos pessoalmente foi realmente irritante .”

Artigos relacionados