Canal Odisseia homenageia o ícone do futebol com o documentário “Maradona”

Canal Odisseia homenageia Maradona

Diego Maradona, o maior futebolista da Argentina, morreu na última quarta-feira (25), aos 60 anos, deixando o mundo inteiro em luto. Em homenagem ao craque e ícone do futebol, o canal Odisseia exibe nesta terça-feira, 1 de dezembro, pelas 23:30h, o documentário “Maradona“, que recorda o percurso e a carreira de El Pibe, o jogador do século.

A história de Diego Maradona, génio de excessos que viveu seis décadas no fio da navalha, inspira este documentário de noventa minutos, que além de oferecer os pormenores dos acontecimentos mais importantes, como a sua atuação frente seleção da Inglaterra no Mundial de Futebol de 1986, recorda ainda as suas origens humildes nos bairros pobres de Buenos Aires.

O quinto de oito filhos de um operário fabril e um predestinado para o futebol, nasceu a 30 de outubro de 1960, conquistando o título de “rei do futebol” com façanhas em campo que se tornaram verdadeiramente míticas. Mas nem tudo foi um mar de rosas: o desportista passou por uma duvidosa implicação na máfia do desporto e teve problemas com as drogas, dinheiro e até com o amor.

O fenómeno do futebol argentino, a super estrela Diego Armando Maradona, chegou a ser votado como o melhor jogador do século. Chegou à selecção argentina aos 16 anos, passou pelo Barcelona e pelo Nápoles e tinha um pé esquerdo abençoado por deus que não deixava muitas dúvidas.

Fazendo uma análise cronológica da sua vida, este documentário oferecer-lhe-á os pormenores do percurso de Dom Diego, do estrelato, à dependência de cocaína que o deixou às portas da morte em 2000, passando pelo seu regresso à frente da selecção da Argentina como treinador.

Artigos relacionados